[Narrada - Normal] Trem das Sombras - Liam Hughes Sawyer

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Narrada - Normal] Trem das Sombras - Liam Hughes Sawyer

Mensagem por Sandman em Seg Jun 11, 2018 11:23 pm

Trem das Sombras
Já eram mais de onze horas da noite, a estação de trem estava vazia, praticamente, apenas uma pessoa esperava pelo metrô; Liam, um mutante, sozinho. O vento era frio e o escuro que vinha dos trilhos não anunciava o trem nem tão cedo. Foi quando o som do veículo aproximando-se ressoou, trazendo consigo uma ventania que carregava jornais avulsos e copos de plástico jogados pelo chão, arrepiando até a nuca de Sawyer. Entrando no metrô, o mesmo se encontrava vazio e, pelo o que pôde ver, os outros vagões também estavam. E, tão rápido quanto chegara, o metrô prosseguiu com sua viagem e, estranhamente, algo começou a mudar. Primeiro, um cheiro pútrido invadiu as narinas do moreno, assim como ao redor do trem as paredes sumiam e eram encobertas por uma névoa densa.

O som dos freios ecoou, fazendo o moreno ter de apoiar-se. Ao seu redor, o cinza do metrô era lentamente descascado enquanto a tinta caía como se fosse papel sendo descolado. O chão abaixo foi mudando de cor, assumindo um tom amadeirado, enquanto as barras de apoio do metrô foram se enferrujando, mudando de lugar, até o metrô transformar-se por completo em um trem antigo e de madeira. Parando, não houve nenhum alarme ou som, e a névoa ainda predominava ao redor do moreno que, sem ter o que fazer, só tinha dois caminhos: o vagão à sua direita e outro à sua esquerda. Por algum motivo, o mutante sentiu frio, um arrepio súbito eriçando todos os seus pelos enquanto o trem recomeçava a andar, num ritmo mais rápido.

informações

1. 15 dias para postar.

2. O metrô no qual entrou era assim: foto, e, após a mudança no estilo Silent Hill de local, ficou assim: foto.

3. Não é possível quebrar as janelas, por mais que tente.

4. Os vagões são vários e indo pela esquerda você irá para os fundos, à direta; para a frente, onde se encontra o motor do trem e seu motorista (se é que ainda há um). Não é possível ver o que há do outro lado pois as portas que separam cada vagão são de madeira, sem vidros.

5. Importante: caso for de um vagão para o outro terá de passar pela névoa e o trem em movimento, por uma pequena plataforma entre cada vagão, assim como nos trens de antigamente.

6. Assim que abrir a porta do vagão da direita ou da esquerda, encerre a postagem.

7. Boa sorte.



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Narrada - Normal] Trem das Sombras - Liam Hughes Sawyer

Mensagem por Liam Hughes Sawyer em Qui Jun 14, 2018 7:41 pm





Terminei uma papelada no consultório, teve um paciente mais complicado e fui comprar alguma coisa pra comer em casa. Somando tudo já passava das onze e torcia pra nenhum maluco, ou maluca tentar fazer merda perto de mim com risco de eu perder a comida no meio da treta. Acho que o medo de eu perder a comida me fez ficar sozinho naquela noite, nem uma puta alma estava esperando o metro, algum ambulante tentando me roubar, ou principalmente um mendigo. Talvez esse fosse o primeiro sinal de merda, a falta de um mendigo no metro.

O local estava frio dando aquela impressão comum de que não tinha mais metro naquele horário, mas como um susto planejado aquele nada discreto veículo veio causando a ventania com os jornais e o vento frio mais forte. O metro em si não mudara muito do lado de dentro, igualmente vazio no vagão e aparentemente nos outros também. Seguindo viagem, um cheiro que eu não estranhei a principio viera nos narizes como se ocorresse um morto em parte do caminho do túnel, mas o que ocorreu em seguida foi pior.

As paredes sumiram com uma névoa densa e me deixando preocupado com a causa daquilo. Olhei ao redor para ter certeza que não era apenas parte do local daquele jeito e me arrependi quando percebi o efeito geral daquela coisa: - Não são três horas, não fiz mal a nada que pudesse irritar um espírito japonês, então se não me levar a matrix é bom que eu não perca a minha comida. Foi cara e foi final de expediente.

O som do freio ficou alto, tive de me apoiar pra não deixar cair nada e nem a mim mesmo, todo o local foi sendo alterado e a minha insatisfação ficou bem clara deixando todo o clima como uma merda grande. O ambiente ficou completamente antigo, aquele ar moderno foi todo pro espaço e estava agora em algum flashback de espírito sinistro. O frio viera logo após todas essas mudanças, em seguida o metro voltara a andar mais rápido que antes e isso foi ficando cada mais gritante de que era algum espírito encalacrado com o metro.

Entortei a boca desacreditando que meu pedido foi ignorado, não foi dessa vez que levaram pra matrix, mais uma luta que me subestimaram. Deixei meu lanche como uma marca de onde estava e segui para a porta direita, negando com a cabeça sorrindo “Ele vai sumir.” e abri a porta encarando o frio.

FICHA
I don't like your little games
PUTO ☁️ COM FOME ☁️ COM FRIO ☁️ thanks wrd for this code.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Narrada - Normal] Trem das Sombras - Liam Hughes Sawyer

Mensagem por Sandman em Sab Jun 16, 2018 7:21 pm

Trem das Sombras
O cheiro pútrido que saía pelas frestas do trem enojava quem estivesse ali dentro e tivesse um bom olfato, e ainda estava além do alcance de Liam o motivo do metrô ter se transmutado subitamente num trem de madeira antigo e cheio de névoa visível pelas janelas. Onde ele estava – se ainda era o metrô – ainda era incerto, mas precisava descobrir uma forma de sair dali o mais cedo possível. Indo à direita, na direção do início do trem fantasmagórico, Sawyer dirigia-se ao local mais lógico e racional: a sala de controle do trem, onde ele poderia escolher um percurso e, quem sabe, até mesmo parar o veículo.

Atravessando a porta à sua direita, rapidamente passou pelo pequeno espaço dentre os dois vagões, sentindo na pele o vento frio e a neblina que encobria tudo ao seu redor, por fim abrindo a porta do próximo vagão e entrando no recinto. Ali, o escuro predominava. As lâmpadas estavam quebradas, dificultando a visão de todo o vagão, porém foi possível avistar as criaturas que ali viviam. Eram todos homens, de corpos esculturais e belos, sem roupa alguma e de membros flácidos, e o que mais chamava a atenção eram suas faces, cobertas por sacos pretos de papel, ensanguentados e sem furos, o que os impossibilitava de verem qualquer coisa.

Dando seu primeiro passo, Liam acabou por pisar num pedaço de vidro no chão, e um dos primeiros homens, ali imóveis no meio do vagão, moveu rapidamente sua mão, um de vidro a centímetros de acertar-lhe o corpo. Parecia que eles não enxergavam, sendo atraídos somente pelos sons. Cobertos de sangue e marcas de cortes, haviam fragmentos de vidro, provenientes das lâmpadas destruídas, o que dificultaria bastante a travessia de Sawyer. Ele neste momento só tinha duas opções: ou retornar ao vagão anterior ou prosseguir, passando pelas estátuas letais e desviando do vidro no chão.

informações

1. 15 dias para postar.

2. Você tem duas opções: ou retornar ao vagão anterior ou prosseguir.

3. Caso deseje voltar, só narrar que voltou ao outro vagão, onde tudo continua do mesmo jeito.

4. Se desejar continuar, role um dado para determinar se conseguiu ou não passar pelos homens lindos porém ensanguentados.

5. Boa sorte.



   

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Narrada - Normal] Trem das Sombras - Liam Hughes Sawyer

Mensagem por Liam Hughes Sawyer Ontem à(s) 2:40 am





Chegando ao outro vagão, poderia ter comida com um ser sem olhos esperando pra me pegar caso eu comesse algo, ou então sete anões querendo me pegar por comer a comida deles. Seria mais divertido e criativo para o espírito nervosinho. O local estava escuro, e estava ambientado para Silent Hill só que com homens nus com sacos ensanguentados nas cabeças. Realmente andaram vendo filme de terror demais para fazer isso, se aparecer o boneco querendo jogar, ou aquele pirralho gritando nas minhas costas, terei o prazer de fuzilar tudo com o raio ocular.

Não queria irritar o nervosinho, pelo menos não ainda eu acho. Como um bom psiquiatra, vamos tentar entender o paciente, isso incluia não destruir seus brinquedos estranhos, nojentos e plagiados. Tentei começar a atravessar como que testando o ambiente para ver se tinha uma armadilha e não é que havia. Um dos modelos mortos quase me acertou com vidro. Entortei a boca e retornei meio passo para trás, inclinei-me para baixo elevando minha perna com o sapato de cacos para cima do outro joelho e retirei aqueles cacos com telecinese, com cuidado para não cair mais nenhum.

Retornei o pé para o chão e com o punhado de vidro quebrado voando joguei na direção contrária, para o outro lado do vagão como que um teste para saber se seguiam mesmo o som, ou era outra coisa como vibrações. Partindo daí, a ideia de passar seria difícil já que o local era pequeno e não havia nenhum Kit para me servir de isca e naquele vagão apertado não tinha sequer como fazer alguma distração de seguirem outra coisa. Correndo o risco de irritar mais ainda a origem daquela palhaçada, comecei a levitar e erguer meu corpo para cima quase encostando no teto.

Sentia aquela pressão de que talvez desse merda iria ficar todo furado se não conseguisse reagir a tudo a tempo. Segui para frente com cuidado pelas lâmpadas quebradas e o que restava daquelas entradas para não esbarrar e ocasionar mais barulho ainda. Se eles ouviam o baixo, ouviriam o que viesse de cima de forma igual, então com cuidado do mesmo modo e talvez até mais pelo fato de manter o controle do voo. Não fazia sentido prender a respiração, mas também não importava me justificar pra mim mesmo sobre o que achava certo sem nenhum explicação aparente.

Terminando o caminho, desci como subi, tomando cuidado é claro onde colocava os pés para não ocorrer nenhum tiro de vidro como antes. Contava que desse certo, pois parecia um bom plano e a menor das possibilidades de não fazer barulho. Só faltava seguir em frente e achar a origem para sair dali, ou rebobinar o nervosinho espiritual.

FICHA
I don't like your little games
PUTO ☁️ COM FOME ☁️ COM FRIO ☁️ thanks wrd for this code.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Narrada - Normal] Trem das Sombras - Liam Hughes Sawyer

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum