MITCHELL, LAUREN

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MITCHELL, LAUREN

Mensagem por Deathstroke em Dom Out 02, 2016 8:30 pm

But, I'm kind of a control freak. I get really freaked out if I don't know what's going on and what's going to happen.
Originada da transformação, Lauren Oldye Mitchell foi a nomenclatura dada por aqueles que a conceberam, porém, aos olhos da sociedade corrupta é conhecida como Strike. Natural de Canadá. Tende a ser confundida com Kristen Stewart. O registro da sua data de nascimento é anotada como em vinte e sete de agosto de mil novecentos e noventa e três, ou seja, tem as solas dos pés tocadas ao solo da Terra há vinte e três. O seu conceito moral de bem x mal x caracterizou como um Chaotic Neutral, o que permitiu se transformar em uma Injustice League.

* Como descendente da evolução, a sua habilidade primária é a capacidade de Força Sobre-Humana, usando para a bel-prazer, afim de saciar a própria satisfação; entretanto, também é dona da Hidrocínese.

** Como o ser inumano que é, é normal que ascender as habilidades de seu povo, tal como a FISIONOMIA ATLANTE.

Invejada por sua especialização de persuasiva. dez é a medida exata aplicada na Força do ser em questão; o exímio intelecto é algo reparável pela pontuação de oito em Inteligência; segura de si como uma parede, a escala até então de resistência é doze; tão inalcançável como o vento, imperceptível como a sombra, a velocidade vitoriosa atinge atualmente em oito; a vitalidade é definida pelo vigor, e está nivelado em doze; carisma é sinônimo de cativar as pessoas, ou subjugá-las com a lábia, e chega a dez.

"o que falar sobre os talentos dela? estupendas. embora, as informações estão vagas." Quando Lauren adentrou ao mundo dos viajantes marítimos, conseguiu sobreviver bem e se adaptar aquela vida, tendo a sua NATUREZA ANFÍBIA inibida, porque passava a maior parte do seu tempo no mar, do que no navio cargueiro qual viveu. Seu conhecimento avançado nos conceitos físicos, químicos e em praticamente todas as áreas exatas de ciência, permitem a HIDROCÍNESE, fazendo com que ela consiga dominar totalmente a água em seu estado líquido.

Lauren também é capaz de durar muito em uma luta, como fazia com seus companheiros de navios, utilizando do seu superpoder de DURABILIDADE HUMANA. A habilidade de TELEPATIA MARINHA permite além de aprimorar o controle sobre os animais ao seu redor.

Abonada também da FORÇA SOBRE-HUMANA após ter obtido sucesso em seu auto-experimento assim que havia chegado em NY, Lauren consegue manipular extremamente bem sua AUDIÇÃO REFORÇADA e VISÃO AGUÇADA na profundeza dos mares, sendo possível assim que ela se mantenha além dos vinte mil pés sua visão aguçada e sua audição.

"Ela é uma pessoa que me deixou intrigado. Lendo o seu histórico, pude notar que os seus feitos são admiráveis, mas quero saber mais." Reconhecera seus poderes de Atlante aos seus treze anos de idade, quando começou a moldar um caráter caótico e duvidoso, fugindo da casa que morava a alguns metros da praia em New Brunswick, junto a homens musculosos e brutos num navio cargueiro de peixes que lhe deu muita vivência e experiência em lutas marciais, assim como a fez reconhecer seus superpoderes dentro das águas azuis que passara cerca de quatro anos viajando nos quatro oceanos conhecidos pelo mundo.

Com aqueles homens, havia criado laços com os “viajantes dos mares”, tal coisa que não acontecera com sua família. Aprendeu jiu jutsu, taekwondo, karate e modos básicos de se defender, percebeu uma força um tanto sobrenatural durante as lutas, os treinos. Lauren conseguia lutar com homens maiores de cem quilos sem nem ao menos ter treinado, ou feito academia um dia e isso assustava a todos ali. Outra vontade era conhecer mais ainda suas habilidades marinhas, passando dias e dias viajando nas profundezas dos mares, pôde conhecer sua natureza anfíbia, aprendeu a lidar com sua visão aguçada mesmo quando mergulhava, também reforçou sua audição e agradecia todos os dias por me comunicar com os animais, era algo que satisfazia saber como eles se relacionavam audivelmente.

Durante a sua experiência no navio, uma situação que parecia desesperadora no olhar de outros, parecia a coisa mais fácil do mundo de ser resolvida. Alguns animais selvagens atacavam o navio quando estava atracado na baía da África, sendo eles mamíferos ou não, foi algo fácil moldar sua relação com os animais presentes, fazendo com que os mesmos se afastassem. Ela não mantinha aquele espírito de paz, mas o navio era sua casa e naquele tempo, era o seu dever protegê-lo de qualquer acontecimento.

Quando finalmente decidiu sossegar, parou nos Estados Unidos e se aventurou pelos dois lados de Manhattan, o bom e o mal. Era a cidade perfeita, visto que tinha um enorme mar em volta de si. E depois de tanto apanhar do seu novo mundo, havia sido apanhada por dois brutamontes saindo de uma boate, os homens haviam a socado até desmaiar por horas, quando acordou mais pareceram dias, sua cabeça latejava, sua vista estava turva e seu corpo implorava por algo líquido – sabendo o que era óbvio, não podia passar tanto tempo longe do mar, ficaria fraca o suficiente para morrer. Os dias que passara trancada mais pareceram anos, mas o tanto que resistiu, a fez perceber que não era simples derrotá-la e por alguns motivo, Lauren sabia: era exatamente isso o que eles estavam tentando.  


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum