[RP - Fechada] First Kiss

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Orion Proudmoore em Ter Nov 01, 2016 6:41 pm

First Kiss
A roleplay é iniciada pelo post de Michael L. Evolve, seguindo por Lisa Van Breemen. Estando então, fechada para os demais. passando-se esta em 1 de Novembro de 2016, Praça Central. O conteúdo é livre. Atualmente as postagens estão em fase de andamento.



_________________




Proudmoore
god of thunder

Deixado para morrer sangrando na neve por conta de seus pecados na comunidade, sofreu de uma reviravolta em sua história quando um martelo o escolheu para passar os poderes do Poderoso Thor.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Orion Proudmoore em Ter Nov 01, 2016 6:44 pm

A villain, a popcorn
And a bored boy


Nenhum membro da Liga da Injustiça parecia estar planejando algo em conjunto com os demais do grupo, ou pelo menos era isso que passava pela cabeça de Michael ao tentar entender a situação atual. Eles não possuíam uma base para se reunirem, muito menos um líder para comandá-los. A dificuldade de se planejar algo era inevitável e — para o jovem integrante — muito irritante.
Um pequeno redemoinho apareceu a quase dois metros do chão de uma praça em Central City, lançando de seu interior alguém usando um chapéu de cowboy. Aquilo foi capaz de surpreender ninguém por perto por causa do caos que estava acontecendo devido a outros portais que estavam sendo abertos e as criaturas de pedra que saíam de dentro deles.
Ainda com os poderes de Massri, Leech apenas pegou uma das cadeiras caídas naquela confusão para sentar. Passar mais uma noite esperando por algo de diferente não parecia uma boa ideia, por isso ele decidiu procurar diversão e encontrou. Monstros mágicos atacando civis e destruindo tudo que estivesse em seu caminho, não havia filme melhor nas opções.
Flutuando bem distante de tudo, um homem com roupas incomuns para o padrão daquele país, parecia ser o conjurador dos portais. Embora fosse fácil para ele trazer uma daquelas estátuas monstruosas na direção de Michael, ele parecia não se importar com quem ou o que era alvo, assim ignorando o membro da Liga da Injustiça que assistia aquele ataque.
— Será que algum herói irá proteger essas pobres pessoas? — perguntou-se antes de fazer surgir um pote cheio de pipoca.

Off:
O feiticeiro pode ser imaginado com uma roupa semelhante aquela utilizada pelo Doutor Estranho do novo filme da Marvel que ainda não estreou.
Já os monstros como as criaturas de pedra de uma feiticeira do Ben 10. Vejam AQUI.



_________________




Proudmoore
god of thunder

Deixado para morrer sangrando na neve por conta de seus pecados na comunidade, sofreu de uma reviravolta em sua história quando um martelo o escolheu para passar os poderes do Poderoso Thor.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Lisa Van Breemen em Ter Nov 01, 2016 8:08 pm

Insomnia
Even a well lit place
Can hide salvation
A map to a one man maze
That never sees the sun



O beco úmido e estreito em que a pequena Lisa se abrigava, em uma caixa de papelão que serviu, outrora, para um fogão de seis bocas, afunilava o vento, potencializando sua força e, também, amplificando os sons da grande Central City. Os cabelos ruivos e ondulados da pequena meta-humana dançavam sem a sua permissão, arrastados pelas rajadas que, estranhamente, havia aumentado drasticamente. Ela não se incomodou com aquilo até o momento que a sua caixa fora movida e arremessada para longe. O pequeno corpo rolou de forma involuntária, para cá e para lá, até que tudo parou e ela, atordoada, saiu de sua moradia provisória. As mãos machucadas a apalpar o asfalto molhado, o sangue se misturando com as poças de água e lama, acumuladas na última chuva.

Olhou por cima do ombro com a expressão de um animal acuado e não conseguiu evitar que aquela feição de horror se tornasse confusão e, logo após, ira. Um grotesco Golem de pedras, ou algum outro material semelhante, se prostrava de forma altiva perante a franzina, sem ter ciência das capacidades mentais de sua atual oponente.

Levantando-se lentamente, Van Breemen sentiu uma pressão na cabeça e, em questão de segundos, o monstro que ameaçava a sua integridade foi brutalmente mordido por um lobo fantasmagórico projetado a partir da vontade da meta-humana. Seu porte era superior ao de uma picape e, assim que seus dentes se enterraram na pele quebradiça do Golem o animal de pura energia sacudiu a cabeça até que nada mais restasse de seu antigo algoz.

Abraçada ao próprio corpo a ruiva caminhou, acompanhada por seu animal patrono, com passos inseguros, por ainda estar fraca e faminta, até onde a ruela desembocava em uma avenida movimentada que, agora, era apenas um depósito de carros abandonados. Flutuando bem acima de todo aquele caos estava um homem de roupas incomuns, cujos poderes pareciam criar aquelas abominações.

Ainda caminhando lentamente, as plantas dos pés nus a pisar no chão, Lisa avançou por entre os carros com o a sua personificação a empurrá-los. Os pneus arrastavam no asfalto, produzindo agudos sonos do atrito da borracha com o piche. Aquilo atraiu a atenção do inimigo.

– Ora, ora... uma meta-humana com Personificação Psíquica... – Seu tom era de interesse e parecia analisar Van Breemen. – Qual o seu nome, mocinha?

Ela nada respondeu, apenas buscou com o olhar algumas mesas abandonadas às pressas, instaladas na calçada da fachada de um café. Seu lobo gigante de energia abocanhou a lataria de um carro e o arremessou longe, liberando o caminho para que Lisa passasse por onde o veículo estava e chegasse a uma das mesas. Pegou o que sobrara da refeição de alguém e a devorou, com as mãos trêmulas. O sabor do alimento fez suas mandíbulas doerem, tamanho era a sua fome.

– Olhe para mim quando eu falo com você, garota! – Criaturas petrificadas surgiram do chão e caminharam até onde a menina estava, mas a projeção do lobo se virou e rosnou para elas.

– Laat je niet boos Fenris – Ela comentou, pausando o lanche para pegar do copo de café e sorver o seu conteúdo, agora com mais calma. – Alsjeblieft...




Where the lost are the heroes
And the thieves are left to drown
But everyone knows by now
Fairy-tales are not found


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Orion Proudmoore em Qua Nov 02, 2016 7:00 pm

A villain, a popcorn
And a bored boy


Não tardou a chegada heroica de alguém naquele caos em Central City. Embora atrocidades estivessem ocorrendo por todo o globo naquele instante, uma garota — dotada com a habilidade de materializar sua psique para usar como uma arma —, vestida em trapos sujos, decidiu salvar os cidadãos dessa cidade, ou melhor, dessa praça em específico. A mídia não perderia a oportunidade de compartilhar com o mundo aquela cena imoral sendo transformada com suas palavras distorcidas em algo belo. A garota, desejando ou não, seria considerada uma heroína para o povo.
Michael não sentia fome, no entanto levava uma porção pequena de pipoca por vez a sua boca, mastigando enquanto assistia o desenrolar da luta dos monstros de pedra com a meta-humana. O invocador das criaturas era uma ameaça para Leech assim como uma mosca é para uma aranha em sua teia, o que porventura seria o motivo dos dois não terem interesse em um confronto, assim como as invocações. Enquanto houvesse pipoca, Michael permaneceria sentado para assistir na primeira fileira do combate.
— Monstros de pele cinza estão surgindo através de portais — narrava uma repórter em frente a uma câmera. Dúvida em suas palavras eram compreensíveis, pois, certamente não era versada nas artes místicas. — Uma menina parece estar enfrentando-os sozinha. Um homem está voando e conversando com ela... oh, meu Deus! Há um garoto sentado no meio dos monstros... comendo alguma coisa!
Uma menina de cabelos vermelhos contra dezenas de pedras humanoides e um feiticeiro insano. Apesar da facilidade com que se livrou daqueles que a atacaram, a ruiva não estava com boas chances de vitória ou sobrevivência. E como era a realidade onde acontecia tudo aquilo, Michael já perdia o interesse, visto que o final da história já era previsível. “Clichê”.



_________________




Proudmoore
god of thunder

Deixado para morrer sangrando na neve por conta de seus pecados na comunidade, sofreu de uma reviravolta em sua história quando um martelo o escolheu para passar os poderes do Poderoso Thor.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Lisa Van Breemen em Qua Nov 02, 2016 10:03 pm

Insomnia
Even a well lit place
Can hide salvation
A map to a one man maze
That never sees the sun



Bem no alto um barulhento helicóptero atraiu a atenção da pequena meta-humana. Seus olhos azuis se vidraram na lataria do veículo, assim como a atenção do mago que invocava as atrocidades de pedra cinzenta e roxa cristalizada. Longe dali uma repórter cobria matéria e, graças às muitas bisbilhotadas que Lisa dava nas mentes dos funcionários do asilo, ela sabia que logo estaria em rede nacional. Ela não podia deixar que aquilo acontecesse, pois se a descobrissem ali logo viriam pegá-la.

Se virou lentamente, ainda lambendo as pontas dos dedos. A figura do lobo de energia gigante abocanhou a parte do motor de um Smartcar verde limão e o arremessou contra a equipe de reportagem. O veículo descreveu um lançamento parabólico terminando onde estavam gravando.

— Aqui é a repórter Janet Holley e você está acompanhando ao Canal 4. — Ela maneou a o braço, mostrando a cena atrás dela. — Monstros de pele cinza estão surgindo através de portais... Uma...

— Jannet, cuidado! — O câmera gritou inutilmente, pois quem desligou a transmissão foi a carcaça distorcida do Smartcar.

O lobo se ajeitou nas patas traseiras e pulou tal qual um gato que tenta atingir um objeto chamativo pendurado em uma altura considerável. O seu corpanzil subiu até a altura em que o helicóptero voava, cerca de 10 a 15 metros de altura. A bocarra aberta se fechou na cauda do veículo. Uma explosão iluminou os céus com fogo e não demorou para que as ferragens, envoltas em chamas, caíssem no chão, incinerando pelo menos uma dezena de minions. Os que não haviam sido esmagados pelo peso saíram praticamente ilesos do fogaréu.

— Parece que você não quer companhia. — O feiticeiro disse com um sorriso no rosto, observando Van Breemen voltar a pegar alguns quitutes da mesa, voltando a ser protegida pela aparição psíquica.

A ruiva ignorou as palavras do feiticeiro que ainda se mantinha no ar e, irritado com a petulância da menina, comandou mentalmente para que seus goléns de pedra e cristal avançassem contra ela. Sua atenção estava tão focada em se alimentar daquelas deliciosas guloseimas que só notou as investidas quando foi arremessada para longe com um encontrão de uma das criaturas.

O corpo magro e esguio de Lisa voou alguns metros e caiu de mal jeito, rolando pelo asfalto. Alguns cacos de vidro se encravaram em sua pele e ela gritou de dor. No momento em que o grito escapou de sua garganta, a aparição de lobo foi conjurada novamente e latiu contra as criaturas de pedra. Algo na composição daquele horrível som fez com que a conexão entre o mago e seus serviçais se esvaísse. Todos se desintegraram em poeira.

Com visível fúria Lisa olhou para o homem. O guerra estava declarada contra aquele que se mostrava ser um possível algoz. Agora o feiticeiro dava gargalhadas histéricas ao notar que a menina parecia estar disposta a silenciá-lo, exatamente como fizera com o helicóptero e os repórteres.

— Sim, garotinha. Sim! Vamos dançar!




Where the lost are the heroes
And the thieves are left to drown
But everyone knows by now
Fairy-tales are not found


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Orion Proudmoore em Ter Nov 08, 2016 11:12 pm

A villain, a popcorn
And a bored boy


A garota faminta não queria ser conhecida como uma heroína e nem se importava por se tornar apenas mais uma vilã naquele caos. Usufruindo de sua psique física, mandou seu lobo em alta velocidade na direção do helicóptero e assim o destruiu em um ataque truculento. Uma reviravolta que seria fantástica para Michael, contudo, a explosão produzida pela destruição do veículo aéreo fez com que uma forte onda de ar se propagasse e assim derrubasse a pipoca das mãos do jovem que assistia a tudo ainda em sua cadeira no meio da praça.
Inconformado com sua perda, Evolve manteve-se ainda inerte durante a chegada do fogo e destroços do helicóptero, protegido por um campo de força mágico que fizera assim que havia chegado. De início sua fúria tinha como culpados a repórter e as outras pessoas que estavam com ela, mas agora se encontravam despedaçados e bem passados. Sendo assim, tudo que era sentido foi direcionado para a ruiva, aquela que provocara a explosão.
— Qual é o seu nome? — perguntou inutilmente a garota que estava, nesse momento, sendo lançada para longe por um dos monstros ainda de pé. Aquele ato de violência contra a jovem agradou a Michael, fazendo-o esquecer o seu próprio infortúnio.
Uma investida psíquica foi capaz de atordoar o feiticeiro, rompendo sua concentração em manter as criaturas de pedra vivas. Todos os seres não feitos de carne se desfizeram em pó e pequenas rochas. Aquilo, contudo, serviu apenas para trazer à tona a raiva oculta pelo ego do invocador. Com alguns gestos e mantras de línguas mortas, ele lançou novo feitiço.
— Contemple o poder do Doutor Caos! — Uma esfera lilás luminosa surgiu em frente a garota e em seguida atraiu todos os restos das criaturas que foram destruídas, assim formou-se um gigantesco ser humanoide com mais de dez metros de altura e superando em muito o peso de todos os carros próximos juntos.
Observando a jogada do autointitulado Doutor Caos, Michael se aproximou da ruiva em passos lentos. Ele buscava repetir a sua pergunta e aproveitar para ver a continuação daquele duelo mais de perto.
— Qual é o seu nome? — Um punho de seis toneladas caía do céu na direção dos dois jovens enquanto Michael aguardava uma resposta.



_________________




Proudmoore
god of thunder

Deixado para morrer sangrando na neve por conta de seus pecados na comunidade, sofreu de uma reviravolta em sua história quando um martelo o escolheu para passar os poderes do Poderoso Thor.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Lisa Van Breemen em Qua Nov 09, 2016 2:49 am

Insomnia
Even a well lit place
Can hide salvation
A map to a one man maze
That never sees the sun



Os olhos verdes de Lisa estavam vidrados no homem que se elevava nos céus. A capa vermelha flamulava ao sabor do vento e aquilo poderia passar a falsa impressão de que ele era um herói de histórias em quadrinhos, mas o caos que ele espalhava com suas ações doentias botava em risco a integridade da menina, e isso já bastava para que ela não se contivesse em matá-lo.

A ruiva observou atentamente a expressão facial do vilão mudar, os lábios se movendo em transe enquanto os olhos giraram nas órbitas, exibindo nada mais do que a esclera entre as pálpebras que tremiam de forma espasmódica.

— Contemple o poder do doutor Caos! — Ele gritou, lá de cima, erguendo os braços e, com isso, fazendo uma esfera de energia que tremulava entre o lilás e o púrpura.

A personificação do poder daquele que se nominava Doutor Caos parecia atrair a tudo que outrora já foram seus lacaios, com uma espécie de campo gravitacional. Atrás de Lisa os carros tremiam em suas estruturas e, dentre eles, alguns pedaços soltos de asfalto e pequenas pedras também iam de encontro àquele grande aglomerado de massa.

Na concepção da meta-humana ela não tinha muito tempo até que aquela coisa começasse a ganhar cada vez mais massa e, assim, cada vez mais força e, consequentemente, mais poder de atração. O planeta inteiro seria sugado em uma nova esfera se aquilo não parasse, porém, parou quando recolheu um golem de cerca de 15 metros de altura. Lisa suspirou aliviada ao ver que a mente do Doutor Caos era nada mais do que um conjunto de ideias medíocres.

O humanoide de pedra ergueu os braços e a aparição de lobo envolveu o corpo da menina, se preparando para o embate, porém, uma voz ao lado da garota atraiu a sua atenção, fazendo-a ficar extremamente assustada.

— Qual o seu nome? — Um menino alto e magro lhe questionava com a expressão neutra.

Ben je gek? Maak dat je wegkomt! — Sem mais tempo de resposta, Lisa comandou que sua armadura enérgica lupina abrisse a bocarra, segurando a investida do monstro de pedra.

O impacto foi severo. Onde as patas do animal translúcido azul se firmavam o chão rachou em cacos, tal qual vidro. Os farelos subiram para o inimigo, que ainda atraía massa para a sua fisionomia. O impacto fraquejou a mente da garota e sangue saiu de sua narina direita enquanto ela, sem conseguir lutar contra o ímpeto de seu corpo abatido, caiu com um dos joelhos no asfalto, sem muito equilíbrio.

Eruit! — Disse em um último suspiro de força, comandando o seu animal de energia a se erguer e jogar o construto de pedras para longe, que caiu por cima de alguns carros.

O comando exigiu que Lisa ficasse de pé e, agora, sentia seus olhos pesarem, suas pernas bambearem e os cantos de suas vistas escurecerem lentamente. Os olhos se fecharam e o corpo pendeu para o lado enquanto a ruiva cedia à inconsciência.




Where the lost are the heroes
And the thieves are left to drown
But everyone knows by now
Fairy-tales are not found


[/quote]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Orion Proudmoore em Qui Nov 10, 2016 7:18 pm

A villain, a popcorn
And a bored boy


Até um louco fugiria de uma estátua malfeita gigante e viva que está prestes a esmaga-lo com um soco tão forte quanto uma batida de caminhão. Orion, em contrapartida, poderia ser considerado mais insano que um doente mental ao ponto de permanecer imóvel durante o perigo eminente iminente. Sua curiosidade superava seu medo — que não possuía naquele instante.
— Benjegek? Isso é alemão? — perguntou aproximando suas sobrancelhas por ficar confuso com a resposta da garota. Não sabia se aquele era seu nome ou ela falava em outro idioma que não fosse inglês.
Não houve tempo de se repetir a pergunta. O mega-punho os alcançou após produzir um som similar a um objeto cortando o vento com sua alta velocidade e, em seguida, uma onda de ar bagunçou os cabelos de Orion que permanecia ainda intacto, apesar de não poder se dizer o mesmo sobre o chão da praça. Protegendo-o e a si própria, a ruiva conteve o golpe do golem e se manteve concentrada para impedir que a criatura os esmagassem como insetos.
“Impressionante”, pensou Evolve ao assistir aquela cena. Imaginava que ela sobreviveria aquilo, mas não que seria tola de arriscar a própria vida para salvar a do criminoso americano. Não importava, ele estava contente pela ajuda — supérflua — que recebera, pois isso significava que algum interesse ela deveria ter nele, já que heroísmo não poderia ser seu intuito após a destruição de um helicóptero provocando a morte de inocentes.
Em uma explosão de adrenalina, Benjegek — ou ruiva —, ainda com sua psique em forma de lobo, empurrou a criatura invocada por seu antagonista, lançando-a contra inúmeros carros na praça. O mago, inclusive, precisou desviar do próprio servo rapidamente, o que lhe fez exibir uma expressão cômica de medo no instante. Orion teria aproveitado o momento para rir se não fosse pela sua salvadora que caía inconsciente após o uso bruto de sua habilidade psíquica.
— Calma, eu te peguei — disse ao segurar a garota que adormeceu antes de se encontrar nos braços de Evolve.
Furioso com a destruição de sua mais forte invocação, o feiticeiro bradou dezenas de palavras estranhas misturadas com insultos e lamúrias. O feitiço lançado iniciou uma tempestade que desfez os restos do golem gigante para erguer as pedras na altura das nuvens e lança-las por toda um raio de mais de trezentos metros. Raios também cortavam os céus até o solo para explodir tudo em seu caminho, até os jovens que Doutor Caos passara a detestar.
— Isso não acabará aqui, pirralhos! — Em um portal conjurado atrás de si próprio, o feiticeiro fugiu para deixar aquela destruição cuidar sozinha dos sobreviventes.
Nenhum relâmpago era capaz de ultrapassar o campo de força que protegia Orion e Benjegek, por isso Evolve colocou a garota com cuidado no chão para então curá-la um pouco com sua magia. Não era muito bom nesse tipo de feitiços, pois quase nunca tinha a oportunidade de curar alguém, visto que ninguém lhe preocupava ou era fraco o suficiente para precisar de ajuda dele. A ruiva sentiria ainda cansaço e algumas dores quando fosse desperta com o feitiço, mas estaria bem como se houvesse tomado alguns analgésicos.
— Irei aproveitar para conhecer você — disse Orion quando aproximava seu rosto ao da ruiva, levando seus lábios de encontro aos dela. O contato físico era necessário para curá-la e também para ter acesso as suas memórias. Não era o tipo de garota que atraía a atenção de Leech, mas também não podia dizer que não estava gostando de fazer aquilo. O processo de cura não era rápido, ao contrário do acesso à mente dela. Então, para não perder a oportunidade, ele acrescentou algo naquelas memórias, um presente. Assim ensinou inglês a garota, Lisa, como ela se chamava. Esse favor foi feito devido ao fato dela também ter passado pelos experimentos que Orion na infância, os dois tinham uma origem infeliz. — Acorde, princesa. Os anões a esperam — solicitou em um sussurro, apesar de haver maiores chances da garota acordar com os relâmpagos e pedregulhos que iam na direção deles inultimente.



_________________




Proudmoore
god of thunder

Deixado para morrer sangrando na neve por conta de seus pecados na comunidade, sofreu de uma reviravolta em sua história quando um martelo o escolheu para passar os poderes do Poderoso Thor.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Lisa Van Breemen em Qua Nov 16, 2016 2:24 pm

Insomnia
Even a well lit place
Can hide salvation
A map to a one man maze
That never sees the sun



As pernas fraquejaram e os ouvidos zumbiram alto com o cansaço repentino que assolou o corpo de Lisa, assim como os olhos, que logo se renderam à inconsciência e rodaram nas órbitas, indo se esconder atrás das pálpebras. Do nariz um fino filete de sangue escorreu enquanto a menina caía para o lado, sendo aparada pelo desconhecido.

— Calma, eu te peguei. — A voz soou incompreensível e distante, como se não estivesse ali.

Os sons de coisas se chocando contra o asfalto fariam a menina correr e se proteger. Podia ouvir também objetos pesados caindo em cima dos veículos e estilhaçando vidros, fazendo-os tilintarem no piche. Era como uma chuva de pedras gigantes que Lisa não conseguia ver, mas podia imaginar. Por mais que estivesse incapacitada ela ainda podia entender o que se passava em volta. Um dos muitos efeitos colaterais dos medicamentos que recebera no laboratório era o que seu cérebro nunca desligava por completo.

Era arriscado se dormisse.

Sentiu-se ser colocada no chão e, então, um calor agradável tocou seu peito, como se um pano quente fosse ali colocado. A recuperação começou a partir dali, estabilizando seus batimentos cardíacos e desacelerando a respiração, até o momento em que seus olhos voltaram a se tornar leves como penas.

— Irei aproveitar para conhecer você. — Mais uma vez palavras incoerentes chegaram aos ouvidos da menina e, então, um toque singelo em seus lábios.

Abriu levemente os olhos apenas para notar o rosto do outro garoto extremamente próximo ao seu. A respiração alheia lhe tocando a bochecha e, então, sentiu a língua do garoto pedir permissão para entrar, e ela não conseguiu resistir. Entendia que era daquela forma que um beijo acontecia e não resistiu. O contato foi agradável a ela, mas não sabia como reagir, então se deixou guiar.

As línguas se enroscavam e, para ela, o mundo à volta não pareceu ter mais importância. Estava apenas apreciando aquilo que o garoto a entregava, por mais que não o conhecesse, era gostoso. Era bom. Era certo. Por um momento sentiu um baixo estalo em seu cérebro e uma dor aguda, o que a fez gemer baixinho. O rapaz se afastou, deixando os lábios de Lisa formigando.

— Acorde, princesa. Os anões a esperam. — Os olhos verdes da meta-humana passearam dos lábios do garoto para os seus olhos, um tanto confusa.

— Anões? — Arregalou então as pálpebras, impressionada por estar entendendo. — Como...? — Balançou a cabeça, entendendo que aquele também era como ela. — Qual... seu nome? — Ela perguntou, incerta das palavras. Algo em sua mente dizia que era daquele jeito, por mais que o sotaque não saísse. Sua língua não estava acostumada com aquelas articulações.




Where the lost are the heroes
And the thieves are left to drown
But everyone knows by now
Fairy-tales are not found


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Orion Proudmoore em Sab Nov 19, 2016 11:44 pm

A villain, a popcorn
And a bored boy


O despertar da ruiva deixou Orion contente, ainda mais quando pôde compreender as palavras que ela proferira ao ver seu salvador tão de perto. Foi a primeira vez que a manipulação de memórias foi feita pelo jovem para ensinar alguém um idioma. Para a sorte de sua cobaia, houve nenhum efeito colateral como mau funcionamento cerebral resultando em paralisia de partes do corpo, ou um derrame — a maior preocupação.
Lisa, como a jovem se chamava, parecia não ter conhecimento de contos de fada, como a história da Branca de Neve e os Sete Anões. O que fazia sentido para alguém que vivera preso em um laboratório com jalecos brancos, os homens sem coração. Ela tinha muito o que conhecer e aprender, apesar de seu desejo fosse uma boa refeição; Evolve desejava um banho demorado para a garota.
— Leech — respondeu com um sorriso simpático e complacente. — Mas pode me chamar de Orion. — Não questionou o nome dela por ter descoberto durante o beijo.
Desdobrando os joelhos, Orion voltou a ficar de pé. Sua coluna formou uma curva sucinta para estender sua mão à menina com um pouco de suas forças já recuperadas. O moreno estava paciente e de bom humor devido a diversão que obtivera estando em Central City durante um ataque de monstros e um feiticeiro malvado. Contava com a aparição de Doutor Caos em algum outro dia, assim como outros encontros com Lisa.
— Quer comer um X-Burger? — perguntou Orion ainda esperando a outra se levantar do chão. Sorria animado, mas sem perder a concentração em seu campo de força que impedia cada pedregulho e relâmpago de atingi-los a todo instante. Querendo ou não acompanhar ele, Lisa precisava da proteção que agora somente o rapaz tinha como oferecer.



_________________




Proudmoore
god of thunder

Deixado para morrer sangrando na neve por conta de seus pecados na comunidade, sofreu de uma reviravolta em sua história quando um martelo o escolheu para passar os poderes do Poderoso Thor.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP - Fechada] First Kiss

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum