VON MAJEWSKI, Caesar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

VON MAJEWSKI, Caesar

Mensagem por Caesar von Majewski em Dom Mar 26, 2017 1:02 pm

original




Escreva os dados


i. A NOMENCLATURA: Caesar von Majewski;
ii. COMO É CONHECIDO: Chaos;
iii. TIPAGEM SANGUÍNEA: Mutante;
iv. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: 17 anos;
v. PRIMEIRO RESPIRO: 06/05/1999;
vi. DESCENDENTE DE QUE POVO: Polonês;
vii. COMPORTAMENTO: Neutralidade Bélica;
viii. COMUNIDADE: Anti-herói.

Informe os atributos


i. PONTOS DE ATRIBUTO: 40;
ii. ESPECIALIZAÇÃO: Inteligência (+5);
iii. ATRIBUTOS:



FORÇA: 08INTELIGÊNCIA: 04 + 05
RESISTÊNCIA: 08AGILIDADE: 07
VIGOR: 07CARISMA: 06



Diga as perícias


i. PERÍCIAS: A princípio, só terá UM PONTO DE PERÍCIA para distribuir, logo, obviamente, ela, a única, estará no nível calouro.

i. Armas Brancas, calouro;
ii. Intimidação, calouro;
iii. Furtividade, calouro.

Cite os poderes


i. SUPER-PODERES:

i. Mimetismo Draconiano: Mimetismo Draconiano é a incrível capacidade de mimetizar seu corpo a forma de uma criatura semelhante ao mítico dragão. Descendente do animal, é visto como usuário dos poderes derivados do mesmo. A aparência e construção física fica a critério do portador de tal habilidade.

ii. Aumento e Diminuição Corporal: Aumento e Diminuição Corporal é a capacidade de, como diz o próprio nome, aumentar e diminuir o seu próprio corpo, lembrando que quanto maior mais forte e resistente; quanto menor mais inteligente e rápido.

iii. Sentidos Aguçados: Esse complemento é a união de todos os cinco sentidos, mas todos mais desenvolvidos do que normalmente os seres humanos têm.

iv. Pirocinese: É a capacidade de gerar e controlar o elemento fogo. Aumentando a energia cinética dos átomos para gerar calor e combustão, possibilitando manipular as chamas, causar incêndios, e derivados.

v. Super-Força: Super-Força é a capacidade de exercer força física acima do normal. Entre os efeitos estão a habilidade de poder levantar grandes pesos ou esmiuçar materiais resistentes mediante o exercício de sua força física.

vi. Super-Resistência: Capacidade de realizar tarefas cansativas por um longo tempo sem se cansar. Também, consegue suportar movimentos ofensivos físicos contra si, como atacassem uma parede.

vii. Voo: Capacidade de desafiar a gravidade e literalmente voar. O personagem pode ter acesso a esse poder de várias formas, podendo simplesmente flutuar no ar com um impulso.

viii. Cauda Preênsil: Cauda Preênsil é a habilidade de possuir uma cauda afiada e retrátil que pode servir tanto para ataque quanto para defesa.


Conte o histórico


Pietro encarava sua esposa na mesa de jantar. A mulher, Angie, berrava. A linda criança de olhos azuis era retirada de sua vagina, e foi assim que nasceu Caesar von Majewski – numa noite fria e silenciosa. O casal estava em sua casa, que se localizava numa estrada leste, em uma distância de vinte e sete quilômetros de Varsóvia. O recém-nascido viveu nesse local até seus dois anos de idade, entretanto, seus progenitores acabaram se mudando para Flint, uma cidade que se localiza em Michigan – EUA. Foi enviado para a escola da região, aprendendo o inglês, mesmo que, em casa, falasse somente a própria língua. Seus pais eram completamente fechados e rígidos em relação ao garoto. Haviam se mudado para a América por causa de um motivo: procuravam uma nova vida.

Pietro e Angie acabaram se envolvendo com o mundo das drogas, conseguindo subir ao cargo de traficantes profissionais – de luxo – quando o filho tinha apenas sete anos. Caesar vivia solitário, já que, por algum motivo, seus pais não o deixavam trazer crianças para a casa e raramente saíam de seu lar, pois Flint sempre fora uma cidade violenta e o casal não queria que seu filho se envolvesse em problemas, já que a atenção poderia ser focada na família “von Majewski” e os crimes de Angie e Pietro poderiam ser descobertos.

Quando Caesar completou dez anos, foi sequestrado por membros de uma facção rival. Foi a partir daí que tudo mudou. Os rapazes usavam palavras terríveis: palavrões, bobeiras e etc. O menino ficava cada vez mais amedrontado, o pânico tomava conta de seu âmago. Ameaças eram jogadas pelos desconhecidos. Estava amarrado e não tinha maneira alguma de escapar de seu cativeiro. Após uma semana, o jovem tentou escapar. Um dos indivíduos pegou Caesar no meio do ato e avançou contra ele, planejando violentá-lo. Repentinamente, por causa do medo, o maior foi arremessado para trás. Uma força enorme surgiu em meio aos músculos frágeis da criança, afastando o seu quase “violentador”.

Conseguiu fugir, mas nada voltou a ser como antes. Seus pais trataram o filho com cada vez mais rigidez – protegiam mais, eram mais duros com a criança. Após tal situação, largaram a vida de crime e resolveram abrir um pequeno supermercado próximo de casa. Dedicaram-se ao mundo religioso, e foi desse modo que os von Majewski se tornaram católicos, seguindo um ramo completamente extremo, onde a vida de Caesar acabou sendo afetada. Dessa vez era mais isolado da sociedade: vivia dentro de seu quarto, lendo ou estudando, e só saía de sua casa para ir à escola.

Um ano após o sequestro do jovem, a casa da família foi invadida e seus pais foram assassinados enquanto o menino adormecia. No dia em que acordou, ficou desesperado ao ver seus genitores completamente mortos. Gritou e chorou até que seus vizinhos fossem até a casa. Foi levado até a delegacia – e mesmo sendo menor de idade, ficou em detenção por alguns dias. Os habitantes que residiam ao lado da casa do menino resolveram levá-lo à justiça, acusando-o de assassinar Pietro e Angie. Acabou perdendo na justiça e foi colocado num manicômio – Hospital McLean, que se localiza em Belmont, Massachusetts.

A partir daí, sua vida mudou bruscamente. Mesmo sendo uma instituição particular, foi preso nesse lugar – onde os seus antigos vizinhos se reuniram e pagaram, para evitar que o garoto voltasse ao local onde seus pais tinham morrido – e acabou descobrindo algo: a realidade era uma coisa terrível. Ainda com onze anos, acabou se tornando vítima de um enfermeiro de olhos azuis e cabelos escuros, cujo nome era Aiden. Caesar estava totalmente dopado, e então o homem acabou violentando o menino. Desde esse momento, começou a ser amedrontado pelo mais velho – e acabou se tornando o brinquedo sexual do trabalhador da instituição.

Aos quatorze anos, começou a receber recompensas e alguns pequenos privilégios, afinal, se tornara íntimo de Aiden – mas a loucura tomava conta da mente do adolescente lentamente. O ódio pelos seus vizinhos, pelo enfermeiro e por toda a sociedade crescia cada vez mais. Sentia-se injustiçado, afinal, não havia matado seus pais – e o desejo de vingança se ampliava. Ah, ele mataria todos que o tinham colocado ali indiretamente ou diretamente.

Seu corpo estava em fase de crescimento, e isso atraía Aiden cada vez mais. O sexo se tornava cada vez mais brusco, contudo, a situação ficava comum. Caesar já havia se acostumado – vender o seu corpo para conseguir uma barra de chocolate ou qualquer outro alimento de fora – ou qualquer outra coisa do “mundo externo” – não o incomodava. Infelizmente, tinha total desconhecimento de seus poderes. Nem mesmo a força inexplicável que utilizara antigamente – durante o sequestro – passava por sua mente. Ah, mas tudo muda, não é mesmo, caro leitor?

Quando tinha dezesseis anos, acabou se envolvendo em brigas. O diretor da instituição pegou o jovem e o levou para uma sala, onde seria eletrocutado. O pânico tomou conta de seu âmago, o caos adentrava seu interior. O que faria? Choque... Ah, já podia sentir a dor terrível que atravessaria todo o seu corpo. Enquanto era preso na cadeira, os trabalhadores riam e jogavam ameaças para o adolescente. No meio dessa ação, os olhos de Caesar começaram a ficar vermelhos. Escamas pretas – assim como a noite – surgiam sobre sua pele, cobrindo a extensão levemente esbranquiçada. O corpo esguio se tornava mais magro que o normal e, em seguida, as pernas e os braços se tornaram patas enormes. Os dentes se tornaram afiadíssimos – como adagas. A extensão da criatura – até então desconhecida – era enorme. O ser com forma de dragão acabou avançando contra todos que estavam ali dentro. Sua enorme cauda amassou uma grande quantia de indivíduos, e após isso, o restante morreu enquanto era mastigado pela besta.

Depois da chacina, Caesar voltou ao normal. Estava banhado por sangue e com as vestes alargadas e rasgadas. O pânico tomou conta de si novamente. O que faria? Ah, tomou uma decisão – e não hesitou em realizá-la. Escapou da sala, trancando-a – contudo, antes de sair do recinto, pegou a chave mestra que estava com o dono do asilo, e então acabou passando por todas as portas, saindo do asilo. Infelizmente, ao chegar na parte externa, deu de cara com dois funcionários. A adrenalina percorria o corpo de Caesar e o adolescente acabou aumentando a sua altura e sua força involuntariamente. Mais uma descoberta – que, com toda a certeza, não seria fácil de controlar – que seria útil. Matou os dois trabalhadores do manicômio e fugiu.

Sua vida se tornou completamente incerta após tal situação. Policiais começaram a procurar pelo adolescente, mas ele já estava bem longe dali. Viajou até Flint e matou todos os seus vizinhos – um por um, aos poucos, para que todos tivessem medo do mesmo e soubessem que se aproximava. Caesar começou a treinar mais para descobrir a origem de seus poderes – e atualmente, sabe utilizá-los um pouco, entretanto, precisa se esforçar.

Deixou Flint e viajou para New York, local onde se tornou sua nova residência. Por ser menor de idade e por não ter formado em nenhuma instituição – mesmo sendo um indivíduo completamente inteligente, já que sempre estudou, até mesmo no manicômio – acabou se rendendo ao mundo da prostituição.

Outras Coisas


_ É homossexual;

_ É um prostituto, mas não obedece nenhum cafetão.

_ Tem um humor completamente instável, além de ser um menino levemente psicótico – não confia em ninguém com facilidade.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum