Some Serious Trouble

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Some Serious Trouble

Mensagem por Eliel Calizaire em Seg Mar 27, 2017 12:32 am

Some Serious Trouble
A ROLEPLAY É INICIADA PELO POST DE Eliel Calizaire, SEGUINDO POR Francesca Montecchio. ESTANDO, PORTANTO, FECHADA PARA OS DEMAIS. PASSANDO-SE ESTA EM 22 de março, quarta-feira, nas ruas do Brooklyn. O CONTEÚDO É LIVRE. ATUALMENTE, AS POSTAGENS ESTÃO EM ANDAMENTO.


avatar
ANTI-HERÓIS
33

Bronx, NY, EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Some Serious Trouble

Mensagem por Eliel Calizaire em Seg Mar 27, 2017 10:04 pm

decide your destiny
the future is tomorrow


Quarta feira. Pleno dia da semana, tedioso para os mortais, mais um dia produtivo para os bandidos e sua audácia. Banqueteando-se de mais pobres jovens desatentas andando pelas ruas do Brooklyn, dois bandidos rasgavam suas vestes com suas mãos fortes no intuito de deixá-la ainda mais humilhada. Como se assaltar uma pobre garçonete não fosse ruim, eles ainda se achavam no direito de violar o seu corpo. Para Eli, não existia nada pior do que o tipo escroto de seres humanos que se sentiam no direito de violar as pessoas, invadi-las e jogá-las como lixo. Ele já havia passado por isso, então tais situações mexiam com o seu emocional libertando um lado heróico que o meta-humano raramente demonstrava. Ainda agachado na beirada do teto do estabelecimento, o felino estreitou seus olhos e mirou onde queira cair e quais locais queria atingir. Eles eram grandes, mas Eli garantia-se tendo seus poderes.

Saltando, mal parecia que a calça látex preta, jaqueta negra com seu zíper aberto mostrando seu corpo despido por debaixo e a coleira escura grudavam à sua pele, tal sua flexibilidade e agilidade. Rolando no chão, o felino saltou no corpo do mais próximo da jovem e enroscou suas pernas na cintura do homem, suas garras liberaram suas garras prateadas que logo cravaram-se na pele do homem, desfigurando sua face. Largando-o, homem-gato simplesmente chutou o segundo homem no meio da calça e então mais uma vez em sua barriga, desequilibrando-se para trás, o homem bateu a cabeça e caiu no chão, desacordado.

— Ótimo, tirem uma soneca e parem para pensar na merda que fizeram. — Deu de ombros o moreno, virando-se e deixando a pobre garçonete em paz para pegar seus pertencentes roubados e ir embora.

Enquanto caminhava o moreno fechou o zíper de sua jaqueta e respirou profundamente pensando se ele deveria de alguma forma se envolver mais ainda ao combate ao crime em Nova York. Não é como se ele fosse um herói, afinal ele não trajava uniformes especiais muito menos máscara, então não era necessariamente difícil encontrar seu rosto por aí, principalmente com sua imagem sendo bastante vinculada por causa da boate de strip onde ele trabalhava. Não demoraria para descobrirem-no e a merda toda ser jogada no ventilador – seu chefe já havia-o visto utilizado seus poderes no bar e já tentou contratá-lo como seu ladrão mais valioso. O gato entrava em um perigoso jogo contra cães e ratos. De repente Eli voltou para trás ao trombar numa garota loira que aparentemente estava ali parada próxima ao beco onde ele havia acabado de fazer sua pequena peripécia.

— Se eu fosse você ficaria longe daquele beco ali, tem dois caras caídos... — Eli apontou ainda de costas para o beco e parado de frente para a loira aparentemente inocente, e o moreno perguntava-se se ela havia visto algo antes.




avatar
ANTI-HERÓIS
33

Bronx, NY, EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Some Serious Trouble

Mensagem por Francesca Montecchio em Seg Abr 03, 2017 2:35 am


But I got a blank space, baby...


Antes de ser uma vigilante como Nick eu precisava conhecer ao menos o ambiente em que eu vivia, conhecer as redondezas de onde o nosso trailer ficava estacionado: Você quer passear, Romanita? - Perguntei a cachorrinha de Nick, que logo me respondeu com latidos e um animado abanar de rabo: Vou me arrumar então!

E num piscar de olhos me vesti, usava um vestido azul claro de saia rodada e um simples par de tênis branco, ambos presentes do meu mais novo irmão mais velho. Arrumei Romanita com sua coleira e a mesma já latia para a porta pedindo para sair: Calma apressadinha! - Segurei a guia da cachorrinha aos risos, saindo do nosso trailer com calma.

De acordo com Nick vivíamos em um bairro um pouco perigoso, ele sempre dizia que eu deveria me manter atenta ao sair nas ruas e principalmente, não deveria usar meus poderes em vão, somente em grandes emergências e de uma forma sutil, que não pudessem reparar. Ele também tinha medo de papà me encontrar e me trancar no laboratório dele novamente.

- Está gostando do passeio? - perguntei a Romanita após andarmos por alguns quarteirões, a mesma deu um pulo de felicidade e latiu, me deixando tão feliz quanto ela... Mas por pouco tempo, Romanita parou e ficou atenta, sua expressão parecia de preocupada e num piscar de olhos a mesma correu e eu a acompanhei, ela latia alto, alertando algo, correu por mais dois quarteirões até que parou.

- O que foi, garota? - perguntei logo atrás dela, ouvindo os sons da luta que vinha do beco a minha frente e em silencio eu observei, percebendo o medo nos olhos da moça e ao mesmo tempo alivio por estar sendo salva. Com rapidez o rapaz que vestia roupas de couro era o herói da situação, havia salvado o dia daquela moça e eu sorri com isso, olhei para Romanita e junto dela me aproximei, até que o mesmo me notou: Eu pude perceber... Como fez isso? Você foi o herói daquela moça, agradeço por ela. - sorri, sentindo que ele era uma pessoa "branca", ou seja, era uma pessoa boa, Nick dizia que era raro encontrar pessoas assim, que quase todas seriam "cinza" no começo, que todas seriam uma incógnita entre o bem e o mal, mas ele não: Oi, sou Francesca! - Estendi a mão para cumprimentar.

...And I'll write your name!

_________________


Go ahead and cry, little girl
Nobody does it like you do
I know how much
it matters to you
I know that you got
daddy issues

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Some Serious Trouble

Mensagem por Eliel Calizaire em Qui Abr 06, 2017 1:50 am

decide your destiny
the future is tomorrow


Por alguns momentos, Eli ficou sem respostas. A garota à sua frente passeava com um cachorro calmamente, como se não estivesse numa rua escura num bairro perigoso. Soerguendo uma sobrancelha ouvindo sua pergunta sobre como ele fizera aquilo, o felino apenas olhou para trás, em seguida virou-se para a garota dando de ombros, abrindo um pequeno sorriso. Ela estendia a mão apresentando-se como Francesca, o que fez Eli aproximar-se e apertar sua mão, recuando uns dois passos com o cachorro – ele odiava cães, pois sempre rosnavam para ele.

— Bem, eu sou bastante ágil, ginástica, sabe? — mentiu o moreno, agradecendo por não ter poderes tão escandalosos que de cara gritavam “não-humano”. Cruzando os braços, o moreno olhou a rua vazia ao seu redor e observou.

— O que faz na rua a uma hora dessas? Nova York é uma belíssima cidade, mas é perigosa. — Perguntou Eli, olhando para baixo desconfiado com o cão que rosnava baixo para ele.

Percebendo que os homens caídos começavam a se mexerem indicando que se ergueriam em breve, Eli com o queixo indicou que eles atravessassem a rua. Do outro lado, o moreno enfiou as mãos nos bolsos e dobrou a esquina.

— Eles não vão nos seguir, mas é bom ficar longe deles, bandidos guardam rancor, vai por mim. — Murmurou Eli para Francesca enquanto olhava para trás só por precaução. O felino já tinha problemas demais com seu chefe mafioso e não precisava de bandidos perseguindo-o só por ele ter salvado uma pobre garçonete de ter sido estuprada. Ele não precisava de tantos inimigos assim na lista.

— Então, fofa, posso te chamar de Fran? É italiana? Por alguma razão acho “Francesca” um nome italiano... pois bem, Fran, siga o meu conselho; não saia mais de noite a não ser que seja muito boa em algum tipo de luta ou tenha superpoderes, está bem? Da próxima posso não estar por perto. — Falou o moreno observando a quietude da rua diminuir com algumas pessoas indo e vindo de lojas, boates ou simplesmente sentadas em suas calçadas jogando conversa fora.



avatar
ANTI-HERÓIS
33

Bronx, NY, EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Some Serious Trouble

Mensagem por Francesca Montecchio em Qui Abr 13, 2017 8:07 pm


But I got a blank space, baby...


Ele mentia, mas eu deixei que ele desse continuidade a suas explicações, ginastica não deixaria alguém tão forte assim, flexível talvez, mas ágil e forte a ponto que enfrentar dois grandalhões como aqueles eu nunca vi. Se as senhoras do pilates pudessem fazer isso NY não teria tantos crimes como tem. Romanita por algum motivo estranho rosnava para ele, era um comportamento que ela não tinha com frequência, apenas para coisas que não a agradava e na grande maioria das veze boas ações a agradavam, mas por instantes a ignorei para falar:

- Interessante essa sua “agilidade” que adquiriu com a ginastica, vou começar a fazer aeróbica com a moça da TV ao invés de ignora-la como faço sempre. – A careta que fiz assim que terminei a “piada” pode ser entendida como um “ficou melhor na minha cabeça do que aqui falada para você”, mas eu continuei: Estamos passeando, conhecendo as redondezas do nosso lar. Ou melhor, do meu novo lar. Romanita está sendo minha guia. – Apontei para a cachorrinha, mas com a braveza toda dela não resisti, a peguei no colo e ninei como um bebê: Está tudo bem, ele não é ruim, salvou a moça. Sabe que nada pode nos ferir. – Tentei explicar, mesmo com ela ainda de “cara brava” para o rapaz.

Assenti para o sinal que ele me fez percebendo os rapazes ali retornarem a consciência, poderia ser maldade da minha parte, mas precisávamos acabar com aquilo. Assim que demos as costas para o beco levei minha mão esquerda para trás, com a palma virada em direção ao beco e fiz o que fui treinada a fazer, envenenei. Visualizei a fumaça de gás saindo e cercando apenas os dois e assim aconteceu, podia-se ouvir os dois asfixiando e eu só olhei de canto para garantir que o trabalho estava em andamento. Não diria que os matei, porque já estávamos longe para descobrir se houve o socorro a tempo, preferi ficar com a incógnita e me divertir com ela, Romanita pareceu também ter adorado a ideia, nossos olhares nos entregavam que “havíamos aprontado”:

- Eu devo imaginar, mas eu acho que eles não serão um problema para mais ninguém. Podemos circular mais tranquilos na rua. – Abri um sorriso para ele, mas a animação com que ele falou sobre o meu nome me fez rir, corando pela vergonha e é claro, não o deixando falar sozinho, respondendo de imediato: Claro que sim, Fran, Frances, já ouvi até Francesa ou Framboesa. Eu não sei se o nome é italiano, não me lembro da história dele, mas eu sou italiana. – Abracei Romanita mais forte ao perceber que ela pegava no sono, ela era como uma bebê e eu adorava cuidar dela: Pode ficar tranquilo, nós duas sabemos nos cuidar. Nada pode nos fazer mal, temos um bom treinamento de emergência. – Fiz como ele e menti, não era treinamento de emergência, estava mais para militar: Mas, se você contar seus segredos, podemos contar os nossos. Vamos começar com o seu nome, ainda não me disse senhor homem-gato. – Ri com meu próprio trocadilho, explicando-o: Romanita só rosna para quem não gosta e gatos, acho que ela te confundiu com aquela mulher gato dos desenhos, sempre que uso jaqueta de couro ela confunde e rosna também.

...And I'll write your name!

_________________


Go ahead and cry, little girl
Nobody does it like you do
I know how much
it matters to you
I know that you got
daddy issues

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Some Serious Trouble

Mensagem por Eliel Calizaire em Seg Abr 17, 2017 7:01 pm

decide your destiny
the future is tomorrow


Estava mais do que óbvio que a jovem garota era esperta e que havia sacado de primeira que Eliel era muito mais do que um simples rapaz acrobata/ginasta que decidira salvar uma mulher da vida de crimes. Entretanto, para homem-gato tudo aquilo era divertido; deixar as pessoas com a dúvida quanto aos seus poderes, afinal acrobacias, piruetas e flexibilidade física não eram sinais de poderes especiais advindos de mutações. A moça estava sendo gentil para com a figura alta de Eliel, que andava relaxado como se nada anteriormente houvesse acontecido de verdade, parecendo mais interessado em conversar e jogar conversa fora. Ao ouvi-la confirmando ser italiana, Eli assentiu consigo mesmo em aprovação e soltou uma risada baixa, achando graça em seguida das alfinetadas da loira, chamando-o de Homem-Gato e inclusive falando sobre sua cachorra tê-lo confundido com a mulher-gato dos desenhos.

— Bem, sou Eliel Calizaire, de origem espanhola e morador da cidade de Nova Iorque há uns dois anos. Quanto a segredos, não tenho muitos, pelo menos não que te interessem. Sou meta-humano, você pôde perceber lá atrás. Flexibilidade, agilidade, sentidos aguçados, essas coisas. Tenho ligação com os felinos, inclusive meio que ajo como um inconscientemente na maior parte do tempo, com direito a olhos de gato e tudo o mais. E você? Não vai sair correndo de medo? — após fazer sua rápida apresentação o moreno fitou a jovem soerguendo uma grossa sobrancelha negra, cruzando os braços enquanto ainda caminhava, já esperando por uma reação nada feliz da mesma, já que comumente todos o olhavam como se ele fosse uma criatura bizarra na maior parte das vezes – geralmente só o apreciavam na boate, com sua flexibilidade invejável e piruetas.

— Para onde estamos indo? — perguntou Eli apontando com o indicador meio confuso, percebendo que a conversa havia distraído-o.




_________________


avatar
ANTI-HERÓIS
33

Bronx, NY, EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Some Serious Trouble

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum