KIRGYAKOS, Nymeria

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

KIRGYAKOS, Nymeria

Mensagem por Nymeria Kirgyakos em Sab Abr 01, 2017 11:15 am

ORIGINAL




ESCREVA OS DADOS


I. A NOMENCLATURA: Nymeria O'Heer Kirgyakos;
II. COMO É CONHECIDO: Bittersweet;
III. TIPAGEM SANGUÍNEA: Simbionte;
IV. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: 24 anos;
V. PRIMEIRO RESPIRO: 21 de Janeiro;
VI. DESCENDENTE DE QUE POVO: Grega;
VII. COMPORTAMENTO: Neutralidade Legal;
VIII. COMUNIDADE: Anti-Héroi.

INFORME OS ATRIBUTOS


I. PONTOS DE ATRIBUTO: 60 PA;
II. ESPECIALIZAÇÃO: Resistente (+5);
III. ATRIBUTOS:



FORÇA: 10INTELIGÊNCIA: 10
RESISTÊNCIA: 10 (+5)AGILIDADE: 10
VIGOR: 10 CARISMA: 10



DIGA AS PERÍCIAS


I. PERÍCIAS:

I. Sobrevivência, Nível Calouro;

CITE OS PODERES


i. Força sobre-humana: Uma vez em que um simbionte se funde ao humano, o traje simbiótico adiciona uma força sobre-humana ao portador. Venom já demonstrou força monstruosa, variando de apenas um pouco maior do que Spider-Man para ser capaz de trocar golpes com indivíduos de alta robustez como Juggernaut. Isto é causado pelas várias mutações que o simbionte tomou com Brock, ganhando volume adicional e massa muscular durante longos períodos de tempo com seu hospedeiro;

ii. Durabilidade Sobre-Humana: O corpo do simbionte é altamente resistente a lesões físicas, capaz de suportar ataques de balas de alto calibre, bem como ataques de indivíduos super energizados. Quando distribuído em uma espessura típica sobre o corpo do portador, o simbionte é capaz de absorver balas de armas de pequeno calibre disparando munição convencional. Por sua vez, é, no entanto, particularmente vulnerável a ataques tanto sônicos como baseados no calor;

iii. Resistência Sobre-humana: O simbionte também é capaz de sobreviver em áreas prejudiciais por longos períodos de tempo, como subaquática ou em gases tóxicos. Além do mais, o simbionte cria filtração do ar respirável para o hospedeiro manter-se estável;

iv. Fator de Cura Acelerado: Além disso, o simbionte é capaz de curar lesões no hospedeiro em um ritmo mais rápido do que a cura humana normal permite. O simbionte também é capaz de curar lesões e doenças que os cuidados médicos humanos atuais não podem, como câncer.

v. Memória Genética: O simbionte possui alguma habilidade psíquica, tornando-a capaz de obter informações de seus hospedeiros e até mesmo de outras pessoas e simbiontes simplesmente pelo toque. Também, o simbionte é capaz de recuperar informações de hospedeiros anteriores. No entanto, pode ser forçado a esquecer informações se o simbionte é infligido com trauma pesado;

vi. Detecção de prole: O simbionte também é capaz de detectar psiquicamente sua prole, porém com esforço essa habilidade pode ser bloqueada;

vii. Construção de Matéria: Também pode usar a mesma substância que compreende o simbionte sob a forma de matéria preta constitutiva ou "goo", e usa-o neste método para a força letal contra os outros. Venom pode enviar uma parte do simbionte e direcionar seus movimentos no corpo de uma vítima, sufocando-os de dentro;

viii. Camuflagem: O simbionte é capaz de se camuflar, imitando a aparência de qualquer vestimenta.


CONTE O HISTÓRICO



"Ela precisa exprimir aquilo que está no ar -inconsciente coletivo-, aquilo que o ambiente não pode ou não quer admitir, mas que, não obstante, faz parte dele. Trata-se do aspecto sombrio de uma situação ou idéia predominante. Desse modo ela ativa o que é perigoso ou negativo, tornando-se assim portadora do mal, ainda que o problema não seja exclusivamente pessoal." (Formas Estruturais da Psique Feminina, Toni Wolff)

Primeiro, furtaram-lhe a constância.
Ela, de modo similar a aqueles que outrora carregavam o animus em suas veias, sempre vivera em constante cautela. Tão jovem e vulnerável, privilegiada aos olhos da mãe, inicialmente fitava o mundo em uma nuance ilusória; influenciada pela progenitora, que detinha uma obstinação quase doentia para consigo, a garota desconhecia o sentimento de infortúnio, embora soubesse que a protetora aplicava uma dissimulação de sua real personalidade para algo mais aprazível diante de conhecidos. Dela, além dos cabelos escuros como a noite, também herdara o orgulho e o desconforto para com ponderações negativas a seu respeito.

Em segundo, roubaram-lhe a harmonia.
Filha mais velha de um casal de operários gregos, Nymeria nunca conheceu o pai. Soubera apenas que, um mês após seu nascimento, o homem havia abandonado a parentela, expatriando para outra localidade que ela desconhece. A mãe, todavia, não incomodou-se com o fato; assim que a primogênita completara dois anos, a mulher envolveu-se amorosamente com um homem que morava na capital grega, proprietário de um pequeno estabelecimento comercial. O resultado de tal envolvimento sucedeu-se nove meses depois. Nymeria havia ganhado um irmão.

Em terceiro, roubaram-lhe a pureza.
Quando a juventude deu o ar de sua graça, a consciência nublada de outrora fora, pouco a pouco, firmando-se em desencanto. À medida que seu corpo desenvolvia-se, os traços infantis metamorfoseando-se em mocidade, ela passou a compreender as motivações obscuras por detrás dos olhares que recebia. Seu irmão também não escapou do feito. Quando as transformações do ciclo adolescente o alcançaram, a relação com a irmã também sofrera mudanças. Todavia, ao contrário do que se esperava, o sentimento de proteção que deveria existir entre ambos transformou-se uma relação incestuosa, onde o mais novo afirmava que a morena o seduzia, tal como uma succubus, para a realização do ato profano. Nem a proteção ferrenha da mãe para consigo a salvou da consumação hostil; iniciou-se, então, a gênese do declínio de Nymeria.

Ao alcançar a maioridade, contudo, ela seguiu o mesmo o destino do pai, partindo para longe de sua família, usufruindo-se de seus atributos para ocultar-se. Ao decidir viver em meio ao obscuro e ao oculto, ela obtivera uma nova alcunha quando um novo poderio floresceu dentro de si, tornando-a uma escolhida. Tornou-se, enfim, a sombria Bittersweet.


OUTRAS COISAS

i. É fluente em grego, latim; Acerca da língua inglesa-americana, acabara aprendendo em meio à vivência que obtivera pelas ruas de Manhattan;
ii. Estava grávida de seu irmão quando tivera contato com a espécime simbionte, contudo, acabou sofrendo um aborto espontâneo pois a entidade precisava somente de um corpo, o de Nymeria. A garota se culpa por tal fato, ainda que tenha acordado com a relação simbiótica;





_________________


               — don't tell them what's under;

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum