[RP FECHADA] do you want to learn something? [18+]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] do you want to learn something? [18+]

Mensagem por Rudy Dietze Mundelsee em Sab Abr 08, 2017 8:21 pm

do you want to learn something?
A roleplay é iniciada pelo post de Ólafur Sveinbjörn Dagur, seguindo por Rudy Dietze Mundelsee . Estando, portanto, FECHADA para os demais. Passando-se esta em 10 de abril de 2017, na sala privada de Rudy, no quadragésimo andar da enorme torre da Mundel&Co. em Manhattan. O conteúdo é PARA MAIORES DE 18 ANOS. Atualmente, as postagens estão EM ANDAMENTO.



_________________


The past is far behind us.
The future doesn't exist.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] do you want to learn something? [18+]

Mensagem por Ólafur Sveinbjörn Dagur em Dom Abr 09, 2017 12:56 am

Let's talk about sex, baby?


A noite se iniciava, mas mesmo assim, a secretária insistira em marcar sua entrevista de emprego para àquele horário. Deveria chegar até às dezenove horas, o que causou um certo estranhamento no loiro. Ok, sabia muito bem que muitos funcionários da empresa trabalhavam até essa hora – mas uma grande parte estava retornando para a sua casa. Apenas ignorou e aceitou que deveria comparecer ao escritório de seu entrevistador nesse horário. Tomou um banho, enxugou-se e analisou sua aparência no espelho algumas vezes. Vestiu um terno, como se estivesse indo para um evento completamente elegante – entretanto, estava indo para o local onde poderia ter um emprego. Era a oportunidade perfeita e esperava ter uma vida digna ali, em NYC. Sabia que a enorme cidade era conhecida por partir corações e deixar várias pessoas frustradas – e, mesmo sabendo que poderia fazer parte desse grupo, ele queria ficar bem afastado. Esforçava-se para sair da pobreza na qual estava inserido, afinal, no instante em que fugira de casa, escolhera distanciar-se de todas as oportunidades que poderia lhe trazer riqueza.

Ligou para um táxi e aguardou durante dez minutos. Adentrou o veículo amarelo e olhou o relógio de pulso preto que se localizava em seu membro direito. Ok, chegaria alguns minutinhos atrasados – o que não seria nada bom. Obviamente causaria uma péssima impressão, mas tentou afastar isso de sua cabeça, afinal, quanto mais nervoso ficasse, menor seria a chance de adquirir o emprego. – Você pode ir mais rápido, por favor? – Pediu, arqueando uma das sobrancelhas. O rapaz conseguia esconder o seu lado cruel, pois sabia atuar como um bom menino – e era isso que fazia no meio da sociedade na qual vivia. – Garoto, se estiver descontente, desce dessa porra! – O motorista fora completamente rude, o que fez o loiro semicerrar os olhos.

O taxista era um velho gordo de fios brancos e olhos azuis. Antes que o adolescente pudesse dizer qualquer coisa, o veículo parava bruscamente. – Chegamos. Passa a grana. – A frase do outro saiu de maneira rude. O garoto simplesmente desceu, sem pagar o que devia. O motorista começou a gritar e abriu a porta – entretanto, Ólafur adentrou a enorme multidão, disfarçando-se entre a mesma e encobrindo seu corpo, impedindo que o outro pudesse vê-lo. Adentrou o enorme prédio, e logo foi barrado pela secretária do mesmo. – Com quem deseja falar? – Seu tom de voz era sério.

Antes que pudesse responder, olhou para seu relógio de pulso e viu que chegara cinco minutos atrasado. – Ér... – Ergueu a cabeça, observando-a. – Perdão. Enfim, eu tenho uma entrevista de emprego com o senhor Mundelsee. – Falou de maneira formal e assentiu, esperando que ela compreendesse. – Ah, ok. Suba o elevador e vá até o quadragésimo andar. Avise a secretária que tem horário marcado com o senhor Mundelsee. – O pedido fora realizado de maneira civilizada. Ólafur assentiu positivamente e foi até o elevador, clicando no botão com o número quarenta.

Abaixou a cabeça e cruzou os braços. Ok, ele poderia ser um assassino em massa ou qualquer outra coisa do gênero, mas preferia ser um adolescente que vivia ansioso com tudo. Após alguns segundos, as portas se abriram. Caminhou para fora e ficou boquiaberto com a exuberância do andar superior, entretanto, logo voltou ao normal, disfarçando seu espanto perante tal riqueza. – Ér... Olá, queria falar com o senhor Mundelsee. Tenho uma entrevista de emprego. – Falou num tom educado enquanto se aproximava do balcão. A mulher arqueou uma das sobrancelhas e fez um gesto para que se sentasse numa das poltronas de couro que tinha ali.

Os minutos foram passando e passando, até que, em seguida, seu nome era chamado pela moçoila desconhecida. Ela andou ao lado do jovem rapaz, que mordeu os próprios lábios quando a porta foi aberta. Um enorme escritório era revelado – e dentro dele, havia um belo rapaz. Fios loiros, olhos claros, corpo bem delineado, alto, delicadamente bronzeado – bonito demais, resumindo. – Ér... Então... Hm... – Franziu o cenho, reagindo dessa maneira. Virou o rosto para tentar pedir auxílio para a secretária, mas ela já tinha saído. Ok, controle-se. – Hm... Boa noite. – Falou e forçou um sorriso, parecendo que estavam num encontro. – Perdoe-me, senhor Mundelsee. Sou Ólafur Sveinbjörn, é um imenso prazer em conhecê-lo. – Afirmou, apertando a mão do mesmo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] do you want to learn something? [18+]

Mensagem por Rudy Dietze Mundelsee em Sex Abr 14, 2017 10:43 am

don't worry about me
O dia 10 de abril marcava a primeira semana de trabalho após o aniversário da empresa e, com ela, a natural seleção dos estagiários. Era meu dia favorito, porque eu adorava ver aquelas crianças chorando quando não eram aceitas ou comemorando que se tornaram membros de uma empresa tão poderosa quanto a Mundel&Co., que só selecionava aqueles que fossem mais inteligentes, qualificados e aptos a exercer a função, tanto para funcionários quanto para aprendizes e estagiários. A safra desse ano havia sido muito boa e, dos 680 candidatos avaliados, 230 foram selecionados para o trabalho.

As avaliações terminaram, mas ainda restava uma única vaga: o estagiário que trabalharia comigo. O cargo mais importante dentre os cargos pouco importantes, portanto, os entrevistados eram selecionados a dedo,
seguindo um critério especial que não levava em conta apenas a qualificação. Levava em conta também a orientação sexual e o quão atraente o estagiário era. Selecionei dez homens, mas sete já haviam sido rejeitados, até que o oitavo candidato entrou na sala.

Arrumei minha gravata e realinhei o terno. Encarei o rapaz, assustado, que acabara de entrar. A secretária, Hillary, fechou a porta, nos deixando a sós. De acordo com os dados que eu havia recebido, aquele garoto era dez anos mais novo que eu, era islandês e não especificou o que estava fazendo em Manhattan. Tinha boas notas e parecia competente. Estava usando um terno, coisa que nenhum dos outros estagiários fizera até então, demonstrando falta de seriedade. No mais, o garoto era loirinho, com uma barba rala e parecia esconder um corpo bastante interessante de forma geral debaixo daquele terno. O detalhe mais importante: estava claramente desesperado por um trabalho.

Não respondi a apresentação dele, apenas me mantive sério e lhe dei um aperto de mão firme, com um pouco mais de força do que era necessário. Baixei os olhos para o currículo dele, que estava sobre minha mesa.

-Sente-se, Ólafur. - Pedi, em tom de autoridade. -Pois bem... seu currículo é muito bom, devo dizer. Mas me diga uma coisa, por que você precisa desse emprego? - Perguntei, pra tentar definir o nível de desespero dele. -Devo alertá-lo que eu sei detectar mentiras, então é melhor ser sincero.  
notes
here

_________________


The past is far behind us.
The future doesn't exist.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] do you want to learn something? [18+]

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum