Stark, Varkham

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Stark, Varkham

Mensagem por Varkham Stark em Seg Abr 10, 2017 5:55 pm

reencarnado




Escreva os dados


i. A NOMENCLATURA: Varkham Artighan Stark
ii. COMO É CONHECIDO: Hela
iii. TIPAGEM SANGUÍNEA: Reencarnado
iv. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: Vinte e três anos
v. PRIMEIRO RESPIRO: Sete de março de mil novecentos e noventa e quatro
vi. DESCENDENTE DE QUE POVO: Romênios
vii. COMPORTAMENTO: Crueldade Anárquica
viii. COMUNIDADE: Vilão
ix. CARGO PROFISSIONAL: Funcionário das Indústrias Stark (cargo de secretário)

Informe os atributos


i. PONTOS DE ATRIBUTO: 60 PA
ii. ESPECIALIZAÇÃO: Atacante (+5 de Força)
iii. ATRIBUTOS:



FORÇA: 15INTELIGÊNCIA: 10
RESISTÊNCIA: 10AGILIDADE: 10
VIGOR: 10CARISMA: 10



Diga as perícias


i. PERÍCIAS: A princípio, só terá UM PONTO DE PERÍCIA para distribuir, logo, obviamente, ela, a única, estará no nível calouro.

i. Corpo a Corpo (Krav Maga), nível calouro;


Cite os poderes


i. SUPER-PODERES:

i. Super-Força: é a capacidade de exercer força física acima do normal. Entre os efeitos estão a habilidade de poder levantar grandes pesos ou esmiuçar materiais resistentes mediante o exercício de sua força física.

ii. Super-Resistência: é a capacidade de possuir uma enorme resistência contra golpes e danos, podendo até mesmo resistir contra balas tendo sua pele pouquíssimo afetada pelo projétil, graças a sua fisiologia asgardiana, de forma que ele também é capaz de realizar ações exaustivas por um longo período de tempo sem cansar-se como seres humanos normais.

iii. Super-Agilidade: é a capacidade sobre-humana de conseguir se locomover com extrema agilidade, desviando de golpes velozmente, de forma que todos os seus golpes são desferidos com o dobro de rapidez.

iv. Fator de Cura: é a capacidade de curar ferimentos e  restaurar a própria saúde em alta velocidade. É possível regenerar-se de arranhões e até mesmo há a capacidade de restaurar membros perdidos.

v. Percepção: é basicamente uma espécie de super-intuição, capaz de fazer Varkham antever ataques ao analisar rapidamente os golpes de seus oponentes, de forma que sua resposta é imediata com sua veloz capacidade de perpetrar planos para burlar os ataques coordenados de seus inimigos.

vi. Auracinese: é a capacidade de enxergar as auras humanas por meio de cores que servem como indicativos para tais sentimentos, podendo Varkham absorver as auras e assim roubando a energia vital de suas vítimas ou modificando as auras, causando danos mentais e emocionais graves.

vii. Necromancia: trata-se do poder mágico de invocar espíritos advindos diretamente de Hel, uma dimensão sombria para onde as almas dos desonrados são enviados. Tais espíritos possuem uma sombra negra e causam danos nos oponentes, servindo mais como distração, já que causam sentimentos de medo e desnorteamento emocional (geralmente emoções melancólicas, depressivas e perturbadoras) em seus oponentes, podendo sob o comando de Hela materializarem-se. O poder também permite manipular cadáveres por algum tempo, fazendo-os de marionetes.

viii. Manto Telepático: é o poder de tornar-se telepaticamente protegido contra invasões e alterações mentais perpetradas por outros telepatas. Em suma; é um bloqueio psíquico forte que apenas os maiores telepatas conseguem passar.

ix. Cura: é o poder de restaurar a vitalidade de um ser humano, fechando ferimentos e cortes e dando energia ao ferido. Apesar de curar a vitalidade, não há a capacidade de ressurgir alguém dos mortos. A cura utilizada por Varkham entretanto possui uma capacidade maior que as demais, sendo ele capaz de curar esterilidade, câncer e doenças graves.

x. Mediunidade: é o poder de ver, conversar e até mesmo dar ordens aos mortos. Não há a capacidade de materializar espíritos, apenas pedir informações aos mesmos.

xi. Super-Velocidade: é a capacidade física de conseguir correr com extrema rapidez, podendo até mesmo passar desapercebido por pessoas desatentas, de forma que os golpes feitos de surpresa por Varkham conseguem ser bastante potentes graças a sua impressionante velocidade.

xii. Telepatia: é o poder de ler mentes, extrair informações, criar vínculos telepáticos e assim invadir mentes à força e conseguir até mesmo criar mantos telepáticos ou realizar ataques ofensivos, como rajadas de poder mental, alteração de memórias e ilusionismo.

xiii. Longevidade: Como todo asgardiano, Varkham fora agraciado com a capacidade de viver por muitos anos sem ser afetado pelo tempo, chegando facilmente a suas centenas de anos sem envelhecer e perecer como os meros mortais.

xiv. Projeção Astral: é o poder de projetar sua mente ou consciência para fora de seu corpo e ir para o Plano Astral buscar informações, acessar tempos passados e visitar locais distantes rapidamente.

xv. Manipulação de Energia Mágica: é um poder obscuro que faz com que o asgardiano possa manipular uma fonte aparentemente inesgotável de energia mágica de cor esverdeada. Tal energia pode formar campos de força, pode envolver objetos e levitá-los, comprimi-los ou arremessá-los, além de poder queimar ao ser direcionada contra corpos orgânicos, queimando-os.

xvi. Teletransporte: é o poder de transportar seu corpo de um ponto para o outro, basicamente desmaterializando-o e materializando-o no exato local imaginado na mente do asgardiano.

xvii. Voo: capacidade de levitar seu próprio corpo e assim alçar voo, podendo voar a alturas inimagináveis e em velocidades colossais.

xviii. Língua Universal: é um poder que aparentemente todos os asgardianos possuem, que fazem com que Varkham possa compreender qualquer língua no universo e reproduzi-la, de forma que Hela é sempre compreendido por todas as nações.




Conte o histórico


Varkham cruzou as pernas, encarando com seus olhos felinos o homem à sua frente. Tratava-se de seu psicólogo, vestido deliciosamente em roupas formais. Desde cedo o moreno sempre apresentara uma personalidade completamente diferente da comum das outras crianças, conseguindo seduzir homens com seu apetite voraz por sexo e sendo ótimo com lábia. Sua graciosidade era notável e sua fala era mansa e lotada de voluptuosidade, sendo Varkham bastante afeminado desde cedo. Obviamente, haviam os valentões, seus pais não acreditavam que uma criança formada nas melhores escolas e cursando a melhor faculdade iria simplesmente largar tudo, vestir roupas alternativas, pôr um cigarro na boca e partir para os Estados Unidos em busca de seus primos, que teriam de aguentá-lo por muito tempo.

Natural de Romênia, o garoto fora adotado ainda bebê em um orfanato. O pequeno Varkham fora encontrado em uma manta verde e por conta de sua beleza inestimável o garoto não demorou para encontrar pais dispostos a adotar a criança desconhecida. Crescendo sozinho e filho único, Varkham se adaptou à vida luxuosa e exigia muitas coisas, sendo a perfeita figura de um príncipe (ou quem sabe um rei?). À medida que os anos foram se passando, a mulher que o adotara estranhamente se recuperou de sua esterilidade, finalmente alcançando seu sonho e engravidando. Chateado, o mimado Varkham apenas piorou, sendo uma criança cheia de birra, exigências e mandamentos. Quando Varkham completou dezenove anos, descobriu a pior forma de irritar seus pais: arrastar seu irmão inocente para suas festas sempre recheadas de drogas, bebidas e sexo, desvirtuando completamente o pequeno Gregory, de apenas quinze anos. Quando Gregory completou dezessete anos, já o fez numa clínica de reabilitação, sofrendo de grave esquizofrenia.

Desistindo da faculdade bem no último ano, Varkham foi enviado para uma clínica psiquiátrica, e eis que agora o moreno encontrava-se de fronte ao homem irresistível que lhe fazia perguntas estúpidas que ele respondia diariamente à exaustão. Avançando, o hábil Varkham criou um relacionamento com o homem e assim conseguiu provar sua sanidade, e então, curado, voltou ao lar. Pouco tempo depois, Gregory se suicidou na clínica de reabilitação e, seis meses depois, Milla atirou-se do terceiro andar de sua casa, sobrando apenas Varkham e seu nem tão querido pai, Johan. Tendo um relacionamento com o mesmo (sexual, claro), o belo moreno de longos fios conseguiu convencer o pai a lhe dar todo o dinheiro e foi para os Estados Unidos morar com seus primos, alegando para os mesmos sobre o triste suicídio de seu irmão e sua mãe e sobre a depressão do pobre Johan, convencendo-os de sua inocência e, é claro, escondendo por hora seus poderes titânicos.

Outras Coisas


i. Referências: Hela (Earth 616), Wikipedia, Legião dos Heróis.
ii. ∆ Capa de Hela: a manta na qual o asgardiano foi encontrado envolto é a famosa capa da deusa da Morte, capaz de conceder ao seu portador uma capacidade colossal de dobrar seus atributos físicos (força, agilidade, velocidade, resistência e percepção).
∆ Elmo de Hela: é uma enorme coroa que estranhamente surgira durante o tempo do asgardiano sob assistência psiquiátrica, tendo diversos "chifres" que, apesar de excêntrica, tal item não concede nenhum super-poder.
iii. Obviamente retirei os poderes de controle sobre a vida e a morte, absorção de almas e o toque mortal pus como um poder de auracinese, que absorve energia e não causa "morte instantânea" como nos quadrinhos. Fiz ao máximo para preservar os poderes originais mas sem deixá-los super-poderosos.


avatar
VILÕES
23

Manhattan, NY, EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum