Ceallach, Harley Melbourn

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ceallach, Harley Melbourn

Mensagem por Harley Melbourn Caellach em Sex Abr 14, 2017 1:38 am

reencarnada




Escreva os dados


i. A NOMENCLATURA: Harley "Harl" Melbourn Ceallach;
ii. COMO É CONHECIDO: Wolverine;
iii. TIPAGEM SANGUÍNEA: Reencarnada;
iv. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: Vinte e três;
v. PRIMEIRO RESPIRO: Vinte e três de setembro, equinócio de outono;
vi. DESCENDENTE DE QUE POVO: Oregon, Estados Unidos;
vii. COMPORTAMENTO: Bondade Caótica;
viii. COMUNIDADE: Herói;
ix. CARGO PROFISSIONAL: Enfermeira.

Informe os atributos


i. PONTOS DE ATRIBUTO: 60 (+ 2 níveis);
ii. ESPECIALIZAÇÃO: Resistência;
iii. ATRIBUTOS:



FORÇA: 15 INTELIGÊNCIA: 10
RESISTÊNCIA: 15 AGILIDADE: 15
VIGOR: 15 CARISMA: 10



Diga as perícias


i. PERÍCIAS: A princípio, só terá UM PONTO DE PERÍCIA para distribuir, logo, obviamente, ela, a única, estará no nível calouro.

i. PRIMEIROS SOCORROS:, nível pedagogo;


Cite os poderes


i. SUPER-PODERES:

i. Fator de Cura Regenerativo: Habilidade que lhe permite regenerar o tecido danificado ou destruído com eficiência muito maior do que um humano comum. A extensão e a velocidade de seu fator de cura são desconhecidas, mas é possível curar completamente numerosos ferimentos de bala, queimaduras graves que cobrem a maior parte de seu corpo e regenerar órgãos perdidos em questão de segundos. Entre as apresentações mais extremas de sua habilidade, Wolverine pode ter sua pele, músculos e órgãos internos incinerados ou dilacerados que o seu fator de cura irá regenerá-los em poucos minutos. Esta habilidade ainda corrige as feridas psicológicas infligidas como resultados de experiencias traumáticas que Wolverine sofreu, no entanto, sua mente é forçada demasiadamente para suprir tais recordações, às vezes, acarretando em lapsos de memórias.

ii. Imunidade a Corpos Estranhos: O fator de cura de Wolverine lhe proporciona imunidade a venenos e a maioria de drogas, exceto se administradas em doses maciças. Seu sistema imunológico também é imune contra a maioria das doenças terrestres e infecções conhecidas.

iii. Imunidade de Intoxicação por Adamantium: Fera sintetizou uma droga para neutralizar o envenenamento do Adamantium no sistema de Wolverine, impedindo-o de morrer por tal causa.

iv. Sentidos Aguçados: Wolverine possui sentidos tão aguçados que são comparáveis àqueles de determinados animais. Sua visão lhe permite enxergar em longa distância, com perfeita precisão e clareza, mesmo que o ambiente esteja na mais completa escuridão. Sua audição é tão aguda quanto a visão, permitindo que ele detecte sons que os humanos jamais poderiam ouvir. Ele é capaz de reconhecer pessoas e objetos apenas por seu cheiro, mesmo se estiverem bem escondidos visualmente, ou mesclados por fatores climáticos; utilizando seu olfato, ele também consegue detectar mentiras devido a mudanças químicas dentro do perfume das pessoas. Seu tato funciona como um radar sensorial, com um toque ele pode saber o que é, de que é feito, quando já tem um conhecimento sobre o material, e entre outros. E, por fim, seu paladar distingui os sabores com mais precisão com um simples tocar de língua.

v. Empatia Animal: Wolverine possuí a habilidade de sentir o estado emocional dos animais em um nível básico, tal como o medo, a raiva, a felicidade ou a dor. Ele pode até mesmo se comunicar com eles para tornar o animal consciente de suas ações e/ou intenções.

vi. Força Sobre-Humana: Seu fator de cura lhe permite empurrar seus músculos para além dos limites naturais do corpo humano, concedendo-lhe um grau de força sobre-humana. Além disso, a presença de Adamantium ligado ao seu esqueleto aumenta sua força natural, pois remove as limitações naturais da estrutura esquelética humana, permitindo-lhe levantar pesos que danificariam um esqueleto humano comum. Wolverine é representado com força o suficiente para quebrar correntes de aço, e pode suportar o peso de uma dúzia de homens com apenas um braço.

vii. Resistência Sobre-Humana: O fator de cura de Wolverine lhe concede alta imunidade contra o ácido láctico e outras toxinas de fadiga geradas por seus músculos durante a atividade física. Ele pode se sustentar na capacidade de pico durante dias, além de suportar movimentos ofensivos físicos contra si com mais facilidade.

viii. Velocidade Sobre-Humana: Sua velocidade, apesar de não ser super-humana, é superior a de qualquer humano comum. Afeta sua mobilidade, tornando-o rápido o suficiente para atacar mais rápido do que os olhos alheios conseguem seguir.

ix. Agilidade Sobre-Humana: Sua agilidade, equilíbrio corporal e coordenação motora são aumentados para níveis além dos limites físicos naturais e da capacidade dos melhores espécimes humanos, tornando seus movimentos acrobáticos e conseguindo atacar diversas vezes contra apenas um usuário.

x. Reflexos Sobre-Humano: Os reflexos de Wolverine são exorbitantemente realçados e superiores ao de qualquer ser humano terrestre.

xi. Adaptação Climática Isolada: O corpo de Wolverine é altamente resistente a certos extremos elementares, particularmente frio, na medida em que ele pode dormir nu em condições subárticas sem aparente lesão.

xii. Garras: O esqueleto de Wolverine incluí seis garras de ossos retráteis, medindo doze polegadas cada, que estão alojadas sob a pele e músculos de seus antebraços. Ele poderia, à vontade, soltar essas garras ligeiramente curvas atrás de sua pele, entre os nódulos de cada mão. Seu fator de cura impede que o rasgo e o sangue que a exposição das garras o afetem. Wolverine pode desembainhar qualquer número de garras, embora necessite manter seus pulsos retos nesse momento. Após desembainhadas, as garras passam de seus antebraços para suas mãos, permitindo que ele possa curvar seus pulsos novamente. Após o implante de Adamantium em seu copo, suas garras passaram a ser prateadas e brilhantes, feitas do próprio metal, o que as torna indestrutíveis.

xii. Resistência Psiônica: Sua mente é altamente resistente à sondagem telepática, devido ao alto nível de escudos psiônicos implantados em sua mente pelo professor Chales Xavier.

xiv. Mestre Tático: Wolverine é altamente inteligente e, uma vez que seus sinais vitais foram monitorados durante uma sessão de treinamento, seu estado mental era equivalente a “uma ginasta de nível olímpico executando uma rotina ganhadora de medalha de ouro enquanto, simultaneamente, ganhando de quatro computadores no xadrez em sua mente”, o que dá uma ideia do nível de sofisticação e de processamento tático que Wolverine é capaz de usar enquanto em combate.

xv. Mestre em Artes Marciais: Devido sua extensa formação como soldado, membro das forças especiais israelenses, agente da CIA, samurai e membro dos X-MEN, Wolverine é um artista marcial excepcional, dominante em cerca de quinze modalidades de combate corpo-a-corpo, além de conhecer muito bem pontos de pressão humanos e estrangeiros, o tornando um dos melhores combatentes da Terra.

xvi. Expert em Armamentos: Devido à sua experiência viajando pelo mundo e trabalhando para várias agências governamentais, Wolverine também é um especialista treinado em vários tipos de armas de fogo, veículos, sistemas de computador, explosivos e técnicas de assassinato.

xvii. Poliglota: Fluente em muitas línguas, incluindo inglês, árabe, japônes, russo, chnês, cheyenne, lakota e espanhol, e possuí algum conhecimento de francês, alemão, tailandês, vietnamita, farsi e português. Com suas viagens pelo mundo, foi capaz de acumular um conhecimento íntimo de muitos costumes e culturas estrangeiras.


Conte o histórico


Harley, ou Harl, como prefere ser chamada, sempre teve uma vida boa.

Cresceu em uma família de classe média, mas muito bem estruturada. Seu pai trabalhava como policial na pequena cidade em que viviam, enquanto sua mãe era enfermeira no hospital local, além de prestar serviço voluntário ao cuidar de animais de rua. Quando criança, Harley passava a maior parte de seu tempo ajudando a progenitora, dando banhos, aplicando remédios ou, simplesmente, brincando com os vários bichinhos que eram trazidos para sua casa. Desde menor gostava da responsabilidade de tomar conta de alguém que precisava de cuidados.

Em sua adolescência, as coisas continuaram tranquilas para a loira. Harley era uma garota bonita, carismática e extrovertida, culminando em alguém popular nos colégios em que estudou. Entretanto, não teve muitos interesses românticos durante a época, ou o costume de sair durante à noite. Era uma pessoa serena, preferia o silêncio de seu quarto aos estrondos de baladas e festas.

Sua vida, que sempre se mostrou pacata, começou a mudar logo que iniciou a faculdade de enfermagem. E a culpa não era do estresse devido ao alto teor de matérias e trabalhos que o professor passava, ou pelo emprego de garçonete de meio-período; mas sim, por mudanças que iam além de sua compreensão. Não se tratava de hormônios ou de seu psicológico, coisas realmente estranhas estavam acontecendo com ela.

Seus sentidos estavam mais aguçados; percebeu isso quando acordou de madrugada, ouvindo seus pais realizando o ato sexual tão claramente que quase podia visualizar seus movimentos. Ela, que sempre fora desastrada, passou a locomover-se com graça e agilidade, nunca mais se machucando ao bater contra algo. Mas, quando por algum descuido, conseguia se machucar, o ferimento logo se curava, tão instantâneo quanto o bater de asas de um beija-flor.

Estavas prestes a conversar com seus pais sobre tais mudanças, mas, em uma noite em que garras retráteis de aço sugiram em seus punhos, ela preferiu guardar isso apenas para si. E surtou. Sozinha.

Sua vida começou a desmoronar, e ela não conseguia fazer nada, além de tentar inutilmente evitar que suas novas características ficassem visíveis aos seus conhecidos. Perdeu o emprego, pois seus problemas afetavam seu sono, e sua falta de descanso, afetou sua produtividade durante o dia. A faculdade, ainda que tivesse conseguido manter até o final, foi com péssimas notas. Seu emprego como enfermeira no mesmo hospital que sua mãe se deu apenas por intermédio dela, que estava se aposentando na época.

Não tinha mais tantos amigos, os evitava. Seu humor passou a ser a volátil, mudando tão rápido quanto um piscar de olhos. Sua saída foi exteriorizar o que a afligia: sempre que podia, ia até lugares vazios, onde deixava que seus poderes viessem à tona. Rasgava objetos com suas garras, socava paredes com sua mais nova super-força, se feria apenas para assistir sua auto-cura. E, assim, passou a ter mais controle sobre si mesma.

Após um ano trabalhando no lugar de sua mãe, pediu transferência para um hospital em outra cidade. Com o novo emprego, onde ganhava mais do que o anterior, conseguia manter uma casa, além de não mais precisar explicar seu comportamento estranho para sua mãe. Foi nessa época que começou a utilizar seus dons para benefícios próprios e, as vezes, de terceiros, além de procurar por outros como ela, numa tentativa de se tornar mais social, mais aceita.  


Outras Coisas


i. Link;
ii. Link;
iii. Possui uma Triumph Rocket III Roadster.




_________________


just like animals
So if I run, it's not enough, you're still in my head, forever stuck, so you can do what you wanna do, I love your lies, I'll eat 'em up but don't deny the animal that comes alive when I'm inside you.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum