AK'UMA, Sidney Zed

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

AK'UMA, Sidney Zed

Mensagem por Sidney Zed Ak'uma em Sab Jan 06, 2018 4:44 pm

reencarnado




Escreva os dados


i. A NOMENCLATURA: Sidney "Sid" Zed Ak'uma;
ii. COMO É CONHECIDO: Aquaman;
iii. TIPAGEM SANGUÍNEA: Reencarnada;
iv. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: Onze verões;
v. PRIMEIRO RESPIRO: Doze de fevereiro;
vi. DESCENDENTE DE QUE POVO: Britânica;
vii. COMPORTAMENTO: Bondade Caótica;
viii. COMUNIDADE: Herói;
ix. CARGO PROFISSIONAL: Estudante.

Informe os atributos


i. PONTOS DE ATRIBUTO: 40 PA;
ii. ESPECIALIZAÇÃO: RESISTENTE: seu físico é monstruoso, as pancadas que recebe quase nem surtem efeito sobre si, arrancando pouca, mínima ou, até mesmo, nada de sua vida. Garante ao resistente +5 DE RESISTÊNCIA.
iii. ATRIBUTOS:



FORÇA: 05INTELIGÊNCIA: 05
RESISTÊNCIA: 05 (+5)AGILIDADE: 10
VIGOR: 10CARISMA: 05



Diga as perícias


i. PERÍCIAS:

i. i. RESISTÊNCIA À TORTURA:, nível calouro


Cite os poderes


i. SUPER-PODERES:

ADAPTAÇÃO BIOLÓGICA DE ATLÂNTIDA: Os atlantes são uma ramificação da humanidade que é adaptada biologicamente ao meio ambiente oceânico profundo. Para a maioria dos Atlantes, isso significa que pode respirar debaixo d'água, suportar as pressões do fundo (entre outras adaptações), e só pode passar um tempo muito limitado fora da água. Ele também possui níveis sobre-humanos de força, velocidade, resistência e durabilidade, todos os subprodutos de seu corpo sendo adaptados para sobreviver desprotegidos nas tremendas pressões das profundezas oceânicas. Embora outros atlantis possuam adaptações semelhantes, a linhagem real de Aquaman o torna um super-atlante, bem como super-humano e, como tal, ele possui maiores capacidades físicas do que o típico Atlante. NATUREZA ANFÍBIA: Todos os atlantes descendem da habilidade de poder respirar debaixo d'água e em terra. Podem ser imersos indefinidamente sem sofrer quaisquer efeitos nocivos, porém, a falta de hidratação em seus corpos vai os enfraquecendo gradativamente. O tempo fora d'água pode ser estendido pela umidade na atmosfera, mas a desidratação, eventualmente prolongada irá enfraquecê-lo, portanto, ele deve retornar ao ambiente aquático em vários períodos. Entretanto, Aquaman, devido à linhagem real, pode sobreviver em terra mais do que um Atlante médio. VISÃO AGUÇADA: Sua capacidade de ver nas profundezas escuras do oceano permite-lhes excepcional visão noturna enquanto em terra. AUDIÇÃO REFORÇADA: Várias vezes mais aguda do que a capacidade humana. OLFATO APRIMORADO: Várias vezes mais agudo do que a capacidade humana. FORÇA SOBRE-HUMANA: A força dos atlantes é notavelmente mais robusta do que um ser humano comum, quase se equiparando-se aos dos Kryptonianos, então, nada é mais do que um jogo para a maioria das barreiras, como madeira, metais, tijolo ou paredes de concreto, barreiras só extremamente durável reforçada de metal, ter alguma chance de abrandar-lo por qualquer período de tempo. VIGOR SOBRE-HUMANO: Aquaman pode executar tarefas sem sentir cansaço ou tensão excessiva. Geralmente, pode passar por longos períodos de tempo sem descansar ou mesmo dormir. DURABILIDADE SOBRE-HUMANA: A fisionomia reforçada dos Atlantes lhe permites resistir a impactos que matariam um ser humano comum. Eles têm sido vistos em profundezas do oceano tão profundo quanto 20.000 pés (3,79 milhas) abaixo da superfície da água, onde a força gravitacional das águas esmagaria uma pessoa normal. REFLEXOS SOBRE-HUMANOS: Seus reflexos são da ordem de 12 a 15 vezes mais rápido do que um ser humano normal. TELEPATIA MARINHA: Têm a capacidade de se comunicar diretamente com a vida do mar e têm feito isso durante a maior parte de sua vida. Mas, devido à sua linhagem real, Aquaman possui uma maior variedade de controle, que realmente pode forçar as criaturas do mar a obedecer seus caprichos. TELEPATIA: Aquaman também é um telepata realizado e, em geral, pode realizar o ato em outras criaturas que não as marinhas. A força de tal dominação mental não está clara. ACESSO AO CLEAR: Aquaman tem a capacidade de sentir as emoções primitivas das criaturas aquáticas através de "The Clear". O Clear parece funcionar como uma consciência universal de toda vida marinha. Através dele, ele pode se comunicar ou comandar a vida marinha do outro lado do planeta. Aquaman pode ver o que eles veem e muito mais. Ele também pode empurrar seus poderes telepáticos para alcançar aves e criaturas terrestres para encontrar um elemento em seus cérebros que antes era de uma criatura de habitação aquática. Isso pode explicar as facilidades da Aquaman com idiomas. HIDROCINESE: Desenvolveram o poder de manipular a água na forma líquida, ou seja, tendo controle e domínio por uma grande parcela do planeta Terra. A emulação aquática é completamente mentalmente, e o que conseguem realizar depende da imaginação do atlante. RESISTENCIA AO CALOR: Aquaman é extremamente resistente aos ataques baseados em energia/calor. MESTRE EM NATAÇÃO: Aquaman é um mestre nadador. Talvez o melhor que haja. MESTRE EM COMBATE: Aquaman se destaca no combate corpo-a-corpo e na habilidade marcial geral. ESTRATEGISTA: Aquaman tem um sentido estratégico avançado e tem qualidades de liderança natural. DIPLOMATA: Sua natureza autocrática natural não lhe convém bem em ambientes onde a democracia é um problema, mas Aquaman é um comandante natural. MAGIA: Através de uma barganha com antigos deuses do mar, foi-lhe presenteado quantidades incontáveis de poderosas magias antigas. EMULAÇÃO DE ÁGUA: Devido a um feitiço lançado por poderosos magos e feiticeiros escuros, Aquaman teve todo seu ser transformado em um elemento quânticos ligados às águas e a toda a vida que vivia nelas. Nesse estado, Aquaman se tornou uma encarnação oceânica de tremendo poder capaz de assimilar e manipular todos os oceanos do mundo ao mesmo tempo. i. Encarnação do Oceano: Tem toda a capacidade de compor para controlar a água como um todo em sua vizinhança e além. ii. Metamorfose: Sendo composta inteiramente de água, Aquaman já não tem restrições físicas ao seu corpo físico limitado. iii. Drenagem da Força da Vida: Tornando-se efetivamente o próprio portador de água, Aquaman poderia drenar toda a vida a base de água à vontade. MÃO “AGUADEIRA”: Foi lhe dado de presente antes de deixar Atlântica, em sua primeira visita. A mão é de natureza mágica e possuía várias habilidades. i. Hidrocinese: A mão lhe permite manipular enormes quantidades de água, embora não astronômicas, por vários meios e fins, seja disparando chatos de água escaldante em diferentes pressões ou erguendo e dividindo ondas de maré maciças. ii Manipulação Molecular: Lhe permite alterar a forma e densidade da mão, por exemplo, a transformando em uma espada, ou a deixando tão dura quanto aço. iii. Cura: A mão possui propriedades curativas. iv. Toque de morte: Pode desidratar qualquer forma de vida com o toque. v. Magia: Lhe permite usar o dom da magia. vi. Adaptação Prolongada: A mão aumenta significativamente o tempo que Aquaman pode gastar fora da água. vii. Vida independente: A mão pode ser separada de Aquaman, que ainda irá continuar funcionando. viii. Criação de Portal: Possui a capacidade de criar portais para trabalhar como viagem instantânea.


Conte o histórico

Eu nasci em uma terra distante, num conjunto de ilhas ao sul do oceano atlântico. Éramos eu, mamãe, papai e meu irmão. Nunca fomos uma família muito convencional; meus pais eram biólogos marinhos, logo, estavam sempre em praias ou em laboratórios, estudando, trabalhando. Quando não nos carregavam junto deles, ficávamos em casa, eu, Riven, e os vários animais aquáticos que meus pais arranjavam. Apesar de ser uma família diferente, dávamos certo e, toda vez que eu me lembro do passado, sinto que nunca serei tão feliz novamente.  

Entretanto, em uma das muitas viagens a barco que eles faziam para encontrar novas espécimes, meus pais nunca mais voltaram. Nos foi dito que foram pegos por uma forte tempestade. Nos foi dito que eles estavam mortos. Mas, como não havia nenhum corpo para provar que eles tinham falecido, eu e meu irmão nos agarramos ao fiapo de esperança que ainda nos preenchia. E assim, uma criança de oito anos, e um jovem de dezessete, pegaram um dos barcos de sua família, e se atiraram ao mar.

Foi uma ideia idiota. No mesmo dia, fomos pegos por uma grande tempestade. Talvez, a mesma que tenha pego nossos pais. Nosso barco virou, e fomos lançados às profundezas do mar. Na vã tentativa de me salvar, tentei me agarrar em alguns pedaços de escombros que flutuavam em minha volta. Mas, em vez disso, apenas consegui me prender e, consequentemente, perder minha mão direita. O sangue foi a última coisa que eu vi, antes que perdesse a consciência e me entregasse à escuridão.

Quando acordei, achei que estava morta. Isso, pois, como um pesadelo que você não consegue acordar, me vi submersa em águas enegrecidas. Com tantos machucados e fraca como estava, as correntes marinhas arrastaram meu corpo com facilidade por um longo caminho, até que criaturas humanoides me achassem. Me dei conta de duas coisas naquele momento: eu estava viva, assim como podia respirar debaixo d’água.

Desde o momento em que pisei no que eu descobri mais tarde ser o reino de Atlântida, fui muito bem tratada. Cuidaram de minhas feridas e, o mesmo fizeram com Riven, que também foi arrastado pelas correntes até aquele lugar. Ali, nos ensinaram sobre o povo atlante, povo que eu fazia parte e, através de uma profecia, povo que um dia me coroaria como sua rainha.  

Eu quis muito ficar ali, para sempre. Mas Riven me convenceu que ainda não era a hora, e que deveríamos voltar para a terra, para nossa casa. Eu fui, não sem antes prometer que voltaria com grande frequência, para aprender sobre Atlântida, e não sem antes ganhar um presente de despedida do meu povo: uma mão para substituir a que eu tinha feito, mágica, completamente feita de água.

Apesar de regressarmos à terra para que nossa vida voltasse ao normal, ela nunca mais foi a mesma. Descobrimos que nossa casa tinha sido destruída e, como éramos menores de idade, fomos mandados para a América do Norte, onde alguns parentes viviam. A minha relação com Reiven também mudou; se antes éramos inseparáveis, a primeira viagem à Atlântida serviu para construir um muro entre nós. Eu confesso que muito foi minha culpa, já que eu sempre estava ocupada com a ideia de ter o meu próprio reino, mas Riven não reagiu da melhor maneira. E, como uma praga, eu vi a maldade corromper meu irmão, dia após dia, até que ele me desse as costas.

Outras Coisas


i. Possuí em sua posse o Tridente de Netuno;
ii. O Tridente de Netuno é um leque de cinco pontas com bordas afiadas o suficiente para rasgar elementos densos; uma arma mágica que concede a seu detentor grande poder e o direito divino de dominar o mar. Foi forjado pelos ciclopes da admiração e da própria essência de Netuno. Pode manipular e conjurar água, bem como dispersar energia sob a forma de parafusos e campos de força. O Tridente de Neptuno só pode ser usado por seus campeões escolhidos, e o mais recente é o atual Aquaman. O Tridente contempla uma grande quantidade de poderes mágicos, como o poder de comando do mar (fazendo ondas de maré ou redemoinhos ou mesmo fazendo colunas de água para se manter), controle o tempo (convocando chuva ou tempestades ou criando arco-íris), desencadeiam explosões de relâmpago, transformar criaturas vivas em outras formas, e também pode fazer desaparecer as coisas;
iii. Possuí a mão "aguadeira"; foi-lhe dado de presente antes de deixar Atlântica, em sua primeira visita. A mão é de natureza mágica e possuía várias habilidades. Geralmente, Sidney a esconde usando um par de luvas pretas;
iv. Riven, seu irmão, lhe roubou o Tridente de Poseidon. Atualmente, ambos se consideram inimigos;
vi. Link da descrição de poderes.



_________________


cold water
and if you feel you're sinking, i will jump right over into cold, cold water for you, and although time may take us into different places, i will still be patient with you.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum