Sundfør, Daniel

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Sundfør, Daniel

Mensagem por Daniel Sundfør em Qua Jan 10, 2018 1:55 am

reencarnado




Escreva os dados


i. A NOMENCLATURA: Daniel Sundfør
ii. COMO É CONHECIDO: Wonder Warrior (reencarnado da Mulher Maravilha)
iii. TIPAGEM SANGUÍNEA: Reencarnado
iv. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: Noventa e sete anos
v. PRIMEIRO RESPIRO: Dois de abril de mil novecentos e quarenta
vi. DESCENDENTE DE QUE POVO: Norueguesa/Britânica
vii. COMPORTAMENTO: Legalmente Bom
viii. COMUNIDADE: Herói
ix. CARGO PROFISSIONAL: Investigador de Polícia

Informe os atributos


i. PONTOS DE ATRIBUTO: 120
ii. ESPECIALIZAÇÃO: Resistente (+5 de Resistência)
iii. ATRIBUTOS:



FORÇA: 25INTELIGÊNCIA: 20
RESISTÊNCIA: 15 (+5)AGILIDADE: 25
VIGOR: 25CARISMA: 10



Diga as perícias


i. PERÍCIAS: A princípio, só terá UM PONTO DE PERÍCIA para distribuir, logo, obviamente, ela, a única, estará no nível calouro.

i. Prontidão, nível calouro


Cite os poderes


i. SUPER-PODERES:

1. Força Divina: Como um ser de origens divinas, Mulher Maravilha sempre pôde exercer uma força descomunal, de forma que seu reencarnado, Daniel, pode erguer com facilidade toneladas, podendo desferir socos mortais e mover e arremessar objetos pesados como se nada fossem.

2. Resistência Divina: Possui uma resistência sobre-humana, podendo ser capaz de aguentar o frio do espaço sideral, do fundo do oceano e das geleiras, ao calor dos desertos e a ferimentos graves.

3. Regeneração: Possui um poderoso fator de cura que pode fazê-lo curar-se quase que imediatamente de ferimentos infligidos, podendo recuperar-se de lesões, cortes e até mesmo amputamento em um período de poucos segundos ou horas, dependendo do ferimento.

4. Voo: Pode literalmente impulsionar seu corpo e, desta forma, voar por longas distâncias em velocidade ímpar.

5. Empatia: Como um herói nato e lutador pela causa dos inocentes, Daniel possui o poder de berço; o de sentir o que os outros sentem, ajudando-o a colocar-se no lugar dos outros, sentir suas emoções e compreender todas as pessoas à sua volta.

6. Reflexos Divinos: Possui reflexos extremamente rápidos para um humano qualquer, podendo ser extremamente ágil numa luta por sempre antever os movimentos com uma rápida inspeção das ações do oponente.

7. Olho de Atena: Graças a uma benção da deusa, Daniel herdou o poder nato de conseguir prever ataques alheios, estando extremamente apto a aprender com rapidez absolutamente qualquer coisa, pegando as "manhas" do assunto proposto e destrinchando-o com maestria. Isso também serve em lutas, onde Daniel pode rapidamente aprender novas técnicas.

8. Empatia Animal: Consegue compreender e domar qualquer animal, raramente sendo atacado por eles e sendo sempre respeitado e obedecido.

9. Resistência Mágica: Por ser basicamente uma prole divina e servir aos deus, Daniel herdou a capacidade de berço de ser resistente a poderes mágicos, podendo ser bastante complicado tentar utilizar poderes mágicos no mesmo.

10. Marca de Caçador: Consegue literalmente "marcar" o outro com seus poderes de forma que, mesmo que tal pessoa viaje a outro país ou planeta, Daniel consegue localizá-lo, sendo ele o perfeito caçador.

11. Sentidos Divinos: Possui os sentidos bem apurados, podendo ver além de onde os olhos humanos conseguem ver e farejando como poucos.

12. Telepatia: Raramente usado por achar o poder "inconveniente", Daniel possui a capacidade de ler mentes, apesar da relutância em usá-lo por achar errado invadir a mente alheia.

13. Resistência Telepática: Possui uma mente de ferro, sendo difícil invadir os pensamentos e memórias de Daniel e/ou manipulá-lo.

14. Agilidade Divina: Possui uma desenvoltura fantástica, conseguindo se mover com uma elasticidade fora do normal, podendo desviar com rapidez de golpes.

15. Velocidade Divina: Abençoada por Hermes no passado, hoje Daniel detém da capacidade de se locomover extremamente rápido, podendo desviar de balas e projéteis com exímia habilidade.

16. Estamina dos Deuses: Consegue se recuperar de uma batalha intensa para salvar o planeta em poucas horas de descanso e depois acordar com energia para lutar por um universo inteiro. Abençoado pelos deuses, Daniel consegue ter uma vitalidade fora do comum.

17. Língua Universal: Pode falar qualquer língua no mundo com fluidez, incluindo línguas alienígenas e línguas mortas.

18. Ocultismo: Pode detectar no ar quando há magia, encontrando seres e objetos mágicos e detectando-os.

19. Longevidade Divina: Apesar dos anos se passarem rápido, para Daniel sua aparência não muda desde que chegara ao ápice de sua beleza, mantendo o físico de trinta e poucos anos mesmo tendo quase um século de vida. Com tal dom doenças, toxinas e venenos perdem seus efeitos, fazendo com que Daniel se torne bem preservado com o passar dos anos, envelhecendo pouquíssimo.

20. Coragem Divina: Daniel possui uma bagagem gigantesca de experiências, vivenciou os terrores da Segunda Guerra Mundial, lutou nas trincheiras, salvou inúmeras pessoas e impediu até mesmo Hitler de matar mais inocentes, tendo matado-o por falta de opções. Daniel é um guerreiro que luta pelos inocentes, jamais por si mesmo. Esperança é o nome do meio do rapaz que consegue influenciar todos à sua volta, encorajá-los, liderá-los frente aos percalços da guerra e fazê-los triunfar, emergindo das cinzas. A coragem do guerreiro é titânica, fazendo-o sentir absolutamente medo algum frente aos inimigos, tudo em nome da esperança e do amor pela humanidade.



Conte o histórico


Lembro-me bem de encarar pasmo a tela da televisão enquanto via as reportagens na televisão velha e antiga. Eu perguntava, de queixo caído para papai, o que aquilo significava. “Morte, meu filho, morte”, dizia ele. Na televisão eles anunciavam o número de mortos na guerra: milhões, incontáveis vidas arrebatadas desta terra por puro ódio, preconceito e injustiça. Como sua visão de mundo podia ser forçada no mundo? Suas lentes são as suas, ora! Mas, mesmo assim, aquele homem asqueroso continuava espalhando o caos e o terror. Não podia mais ser homossexual, negro, judeu, tudo era motivo para lhe apontarem o dedo e julgá-lo. As mulheres tinham medo de sair de casa, as crianças não brincavam mais nas escolas; aprendiam a como se esconder em caso de bombas nucleares. Como podíamos viver num mundo tão belo com pessoas tão ruins? Eu queria poder viver! Poder viver numa sociedade onde todos éramos tratados como iguais e onde a justiça imperava, mas eu via todos os meus sonhos e divagações sendo triturados pelas falas de repudio daquele homem de bigode. Como eu o odiava!

Eu queria fazer parte de algo desesperadamente. Queria ajudar as pessoas, salvá-las, dar um rumo para aquelas pobres almas torturas pelas guerras. Como minha mãe sempre dizia desde a minha infância; “não se pode ter paz sem lutar primeiro por ela”, e foi o que fiz. Mesmo de fora daquela batalha, decidi me alistar ao exército e, uma vez lá, descobri meus poderes. Os britânicos morriam aos montes e, mesmo sendo eu um norueguês com ascendência britânica, lutei ao lado deles como se eles fossem um só povo, o meu povo. Os alemães faziam coisas desumanas com as pessoas, lhes queimando a carne, destruindo seus espíritos, acabando com toda a vida que existia, atirando bombas e destruindo vilarejos. Lutei, com todas as minhas forças, com todo o fôlego que eu possuía, reuni um pequeno grupo de homens e, pela primeira vez, mostrei a outros os meus poderes. Sentia uma energia atípica em mim e isso me impulsionou e, de alguma forma, fez com que meus amigos também fossem logo atrás de mim. Lutamos como os semideuses da mitologia grega, com garra e coragem, e vencemos.

Mas milhões ainda morriam, as experiências desumanas continuavam e tudo precisava de um fim. Mesmo negando para mim mesmo – e recusando os conselhos de meus confiáveis amigos das trincheiras –, cheguei à conclusão de que a cabeça precisaria ser cortada para que a serpente parasse de picar. O Herr precisava morrer. Foi então que invadi seu local especial, confrontando-o e sendo surpreendido por uma bala, parada por meu bracelete.

”O que é você? Não acredito que isso seja real!”, falou o homem em seu sotaque alemão. Com o peito inflado, baixei o bracelete, aproximando-me.

”Sou Daniel Sundfør, e em nome de toda a justiça, amor e paz neste mundo, eu declaro que sua ira sobre este mundo acabará hoje.” E então avancei.

A esperança estava renovada, a guerra estava acabada, a Alemanha perdia as suas forças e se rendia aos poucos junto de seus aliados. Sorri como não sorria há muito tempo. Os escravos teriam suas correntes quebradas, os justos iriam viver e novamente tudo iria ficar bem. Mas aí, minha esperança morreu, meu riso sumiu no meio do bar em minha terra natal quando vi no noticiário. A bola de fumaça em Hiroshima, o gigantesco cogumelo, milhões de mortos. Até quando isso iria? Até onde? Meu copo de cerveja caiu e espatifou-se no chão, levei as mãos aos meus lábios, reprimindo o choro. Meus amigos me olharam, entristecidos, estampado em suas faces que todo o nosso trabalho havia sido em vão. Eles haviam se rendido, haviam se entregado, então por que a bomba? Depois disso, saí voando daquele bar, e nunca mais retornei.

Meus pais? Pouco tempo depois morreram, para minha tristeza. Tão bons, vivendo tão pouco. Noventa anos os dois. Depois disso, me isolei, comprei uma casinha no interior, sem televisão ou rádio, apenas comprando vinis numa loja e tocando numa velha vitrola, vivendo uma vida simples, sem usar meus poderes e longe de tudo e todos. Era isso o que eu deveria fazer, certo? Me esconder, não lutar, não fazer nada! Como iria conviver diariamente com as pessoas sabendo que eu era diferente e que eu não podia fazer nada? Era um martírio para mim! Passei anos ali, isolado, falando vez ou outra com os moradores aos arredores de minha cidade natal em Oslo e vivendo privado do mundo, da informação, mas quando decidi voltar, posso dizer que o mundo havia mudado bastante.

Agora os Estados Unidos eram a potência máxima, todos haviam se esquecido das barbaridades graças aos filmes de Hollywood, as comidas gordurosas e nojentas do McDonald’s e das celebridades. O mundo havia piorado, era verdade, mas ainda era possível ver uma fresta de bondade ali, ainda haviam pessoas cientes da realidade que os cercava e que queriam, de algum jeito, fazer a diferença. Ainda haviam heróis, pessoas que lutavam pelo bem maior, pessoas com poderes, que queriam e batalhavam pela justiça. E então decidi voltar a lutar, a usar meus poderes e partir para a guerra, afinal, como mamãe sempre dizia, “Não se pode ter paz sem lutar primeiro por ela”.

Outras Coisas


i. Referências: Primeira, vale ressaltar que sou um fã assíduo dela,
então sei bem sobre a personagem, segue as referências de sites e afins.
Legião dos Heróis 1, Legião dos Heróis 2, DC Wikia, PureBreake, Aficionados.

ii. Pertences:

1. Laço da Verdade: Um mítico laço aparentemente comum que brilha ao ser envolvido na pele de qualquer pessoa, compelindo-a a dizer a verdade mesmo que sua vontade seja a contrária. Qualquer ser é obrigado a falar a mais pura verdade ao ser tocado pelo laço.

2. Braceletes: Dois braceletes de cor cinza-escuro que se alongam até os dedos das mãos, deixando as pontas descobertas. Eles criam um forte campo de força que repele ataques com uma energia dourada, que também muda a cor do metal, que nada mais é do que os restos mortais de Zeus. Há duas palavras escritas em grego antigo em cada bracelete; no esquerdo está escrito "esperança" e no direito, "justiça".

3. Espada: Trata-se de uma espada mágica que tem como principal objetivo ferir seres vulneráveis à magia, de forma que os ataques da espada se tornam letais. A lâmina afiada consegue partir ao meio diamantes, perfurar a pele de kryptonianos e seres igualmente poderosos.

4. Escudo: Um resistente escudo escuro em tons de dourado que é bastante resistente a golpes, projéteis, balas e ataques de energia, como raios, fogo e outros tipos de poderes. Há palavras em grego antigo que significam "esperança", "justiça" e "filho de Zeus".


avatar
HERÓIS
28

Brooklyn, NY, USA, Earth

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum