RP FECHADA - A Different Way

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Adam Hale Wicker em Sex Jan 12, 2018 5:52 am

A Different Way
A roleplay é iniciada pelo post de Adam Hale Wicker, seguindo por Alice Amondi Zakayo. Estando, portanto, FECHADA para os demais. Passando-se esta em 15 de Dezembro, 2011, Casa da Reitora. O conteúdo é LIVRE. Atualmente, as postagens estão EM ANDAMENTO.



_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Adam Hale Wicker em Sab Jan 13, 2018 4:57 am


TEACH ME
in the street - lost - Vestindo isso


Algumas semanas após o surto do seu pai, ele ainda estava no hospital e sua mãe tomando uns calmantes pra tentar dormir no quarto com o marido no hospital. O garoto não acreditava que aqueles remédios realmente a ajudavam disfarçar o incômodo de dormir sentada numa cadeira dura. Contudo, foi oportuno estar em casa sozinho naquela noite, pois seus sonhos o levaram novamente para o momento mais confuso de sua vida. Cada momento parecia visto de outros ângulos como que filmado para um filme conceitual, ou uma série pra mostrar a falta de opção que ele tinha.

Seu pai aparecia ao lado do sofá de novo, e enquanto o corpo dela começava a cair dada a força aplicada ao abajur, seu próprio corpo não se mexia e sua mente parecia um turbilhão de hipóteses e pensamentos de reação para o início de tudo. A cena foi correndo naturalmente até que apareceu o raio de luz nas suas mãos, o tempo do sonho correu para a segunda exposição e foi a vez da eletricidade. Ele sentia ambas as energias pelo corpo, como um beliscão no corpo real acabei por acordar suado e assustado. A lembrança ainda viva e pulsante como se tivesse acabado de ocorrer, a diferença era que estava com as habilidades ativadas.

Tentando como antes desligá-las com algum tipo de medo de o pegarem, mas não conseguia nada originalmente forte pra isso. Em casa sozinho não era realmente uma maneira fácil de se assustar como eu precisava. O medo era de ser o que uma mulher disse na palestra que assistiu na faculdade meses antes do ocorrido, em ser um mutante. Isso podia ser claro e óbvio pra alguns que conhecia essa situação, mas ele estava perdido e queria alguma ajuda pra ao menos saber com certeza o que era para como proceder com confiança.

Fechando as abas de pesquisa e arriscando com a figura adulta que mais respeitava sem os pais em casa. Vasculhou pelo endereço dela e logo se vestiu com uma camisa de manga cumprida pra esconder aquelas marcas elétricas pelo peito, calçou os sapatos e passou pela casa pensando em como iria para a residência dela. Patinete não iria aguentar e o carro não estava em casa pra se pegar emprestado. Táxi com as mãos brilhantes não era uma opção então procurou luvas na caixa de ferramentas pensando na provável única solução: a bicicleta.

As únicas luvas encontradas eram umas surradas de graxa seca, abrindo mão dessa possibilidade e decidindo ir com o máximo de tempo possível com as mãos fechadas, ou tampadas. O caminho não demorou muito, agradecendo por ambos morarem fora da cidade grande porque seria um desafio não chamar atenção. Descendo da bicicleta, mal retirando as mãos do guidon e subindo ela pela grama da entrada. Deitando a mesma perto da escada da entrada e subiu a mesma com pressa e medo de estar errado. Colocando as mãos dentro do bolso da calça sentindo o celular presente no bolso traseiro e as chaves balançando na mão esquerda.

Retirando a mão direita da calça e tocando a campainha três vezes, esperou um pouco por alguma resposta, mas pela falta tocou mais algumas vezes. Abandonou um pouco ao interruptor para chamar: - Reitora Alice, desculpa a hora, mas preciso de ajuda. - Era um completo tiro no escuro, mas com as mãos brilhando e o peito com aquela eletricidade emanando dele, confiava em deixar as coisas claras bem rápido. Não estava muito frio, sua calça de moletom e blusa fina de manga cumprida bastavam naquelas circunstâncias por enquanto.




_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Alice Amondi Zakayo em Ter Jan 16, 2018 3:40 am



I'll teach you
'Cause maybe the night and my dreams might let me know

All the stars are closer

All the stars are closer

All the stars are closer

All the stars are closer




O Inverno estava cada vez mais próximo e com isso eu podia sentir as ondas de frio se tornarem cada vez mais intensas e próximo ao continente. Meus poderes me permitiam saber de certas coisas com uma precisão maior que os meteorologistas que apareciam no jornal, o que nem sempre era algo bom. Eu gostava da época que eu era surpreendida e podia aproveitar as maravilhas da natureza. No entanto, meus poderes me permitiam uma conexão com a natureza que grande parte dos humanos jamais poderia experimentar.

Passei alguns instantes encarando o nada e refletindo sobre a natureza dos meus poderes. Olhei para minha e senti a eletricidade perpassar pelo meus dedos. Sorri. Demorei mais uns instantes em meus devaneios quando percebi que deveria terminar de ler aquela papelada. Havia alguns documentos sobre as novas normas do campus, alguns diziam a respeitos da tolerância a favor de meta-humanos e mutantes. Esses eram os que precisavam mais da minha atenção.

A madrugada chegou e com o tanto de trabalho que tinha que concluir eu nem ao menos cheguei perto de perceber. Estava tão envolvida em toda burocracia, tentando achar alguma brecha que facilitasse a vida daqueles que nasceram com dons, assim como eu, que só fui notar o mundo a minha volta quando ouço uma batida em minha porta. Olhei o relógio na parede do meu escritório. Eram três da manhã. Quem estaria a minha porta a essa hora?.

Desci as escadas da minha casa calmamente, mas com cautela não sabia quem poderia ser. Antes de abrir a porta usei minha telepatia para saber quem estava atrás da porta. De imediato senti um garoto desesperado e com medo. Coloquei a minha mão na maçaneta e abri a porta. Ouvi o que o rapaz estava dizendo, sabia como era estar desesperado.

_ Pode entrar - disse a ele enquanto mostrava o caminho até a sala - Bem, quer alguma coisa pra beber ou comer? - perguntei enquanto o encarava.

Sentei em uma poltrona a frente dele. Pelo estado dele sabia o que estava acontecendo. Provavelmente seus poderes estavam despertando, o que fazia dele alguém perigoso para sociedade e também pra si mesmo.

_ Antes de te ajudar eu quero saber um pouco da sua história. Além disso, o que você sabe até agora sobre o que está acontecendo com você? Quais são suas habilidades? _ o questionei.





NOTA ▪️ NOTA ▪️ NOTA ▪️ NOTA



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Adam Hale Wicker em Ter Jan 16, 2018 5:16 am


TEACH ME
in the street - lost - Vestindo isso


A reitora foi gentil, aparentemente tinha costume com esse tipo de coisas, fizera o outro até mesmo cogitar em que ela poderia estar metida, talvez até ensinasse mutantes por fora da faculdade. Não conseguia assimilar alguém tão prestativa assim mediante a criação que teve. Ela foi indicando a casa para o garoto, indo para a sala e sentando em uma poltrona. Ofereceu alguma coisa, mas o mesmo estava elétrico demais pra qualquer coisa naquele momento, parecia uma bomba prestes a explodir.

As perguntas dela o fizeram focar em algo, não era fácil deixar de fugir dos pensamentos, mas com foco era bom ter um objetivo para seguir. Ele respirou fundo e tentou explicar: - Meus pais me batiam, eu passei a parar de dar motivos a eles, ou assim achava. Minha mãe é uma nerd de física sinistra e meu pai um advogado arrogante, não sei como ser mais educado depois do que houve, acho que deve ter ouvido sobre o advogado no hospital por causa de assaltantes.

Arregalou os olhos dando um pouco de ênfase e seguiu: - Pois é, ele é meu pai e eu o ataquei. Minha mãe me ajudava com um trabalho e do nada ele a atingiu com um abajur. - Suas mãos pareciam vibrar de nervoso conforme falava daquele momento pela primeira vez da forma correta: - Eu levantei do sofá e o empurrei, ele tentou me acertar, eu o atingi nos olhos com luz e achei que o tinha machucado.

Revirei os olhos pelo momento de fraqueza a seguir: - Tentei me aproximar e ver se ele estava bem, mas me deu um soco percebendo o mesmo que eu, era um mutante e nesse momento as mãos apagaram. Contudo, quando ele veio de novo, eu o acertei com mais força e tentei esconder a história pra poder chamar a policia. - Se levantou da poltrona nervoso em mostrar tudo pra alguém, era uma primeira vez totalmente nova pra ele, não imaginava que fosse rolar.

Tentou parar de andar como uma barata e ficou atrás da poltrona que se sentou, olhou para a mulher que deveria estar dormindo se não fosse por ele. Ela parecia tão serena, quase calma demais e isso quase podia ser transmitido, o desejo de estar assim o fez se mostrar por inveja de ter esse controle até em momentos difíceis: - O primeiro ataque que citei foi com elas. - Retirando as mãos dos bolsos da calça e as deixando abertas para o chão. Mexendo para baixo e os lados, não na direção dela é claro.

Respirou fundo e levantou as mãos para o casaco seguindo: - E quanto ao segundo movimento meu, foi elétrico. Eu sonhei com aquela noite hoje e não consigo desligar, está tudo assim. - Retirando a blusa de manga cumprida e a repousando nas costas da cadeira. Não queria se exibir pelo físico, mas a eletricidade em seu corpo parecia algo a se mostrar, pelo menos para conseguir controlar de algum modo.

Engoliu em seco: - Eu sei que pode ser muita coisa, mas é que não posso contar pra minha mãe e meu pai não vai entender ainda mais se ele se lembrasse daquela noite. - O corpo do jovem parecia normal, a eletricidade de fato era extra, não mudava nenhuma parte dele, quase como um personagem elétrico de desenhos, e a luz com alguma fada aprendendo seus poderes. Referências ridículas para tentar não ser pessimista de que estava ferrado.




_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Alice Amondi Zakayo em Seg Jan 22, 2018 3:15 am



I'll teach you
'Cause maybe the night and my dreams might let me know

All the stars are closer

All the stars are closer

All the stars are closer

All the stars are closer


Estava sentada na poltrona a frente do garoto enquanto ele contava a sua história a mim. Ouvi atentamente cada detalhe. Sabai que boa parte dos jovens desesperados com poderes não tinha uma vida muito fácil, mas esse garoto tinha um ambiente terrível a sua volta. Nem todos os jovens podiam ter uma família que os apoiava assim como a minha e sempre achei isso bem triste.

Estava claro para mim que foi o ato de violência que despertou os poderes do jovem rapaz. Um pai agressivo em casa se encaixa em um catalisador para a primeira aparição dos poderes. Notei que tinha esquecido de perguntar o nome do garoto. Entrei em sua mente de forma rápida para adquirir tal informação e também ver se em sua mente havia algum pensamento agressivo ou que pudesse indicar que eu estava em perigo. Odiava fazer isso sem autorização, mas nesses casos e no mundo atual se mostrava necessário.  Durante sua fala ele deixou escapar que era um mutante, ou ao menos ele achava que sim.

_ Lamento pela sua história, Adam. Com certeza esses acontecimentos foram os responsáveis pela primeira manifestação de seus poderes, ao menos dessa forma agressiva como posso observar_ disse olhando nos olhos do garoto _Quanto ao fato de você ser um mutante talvez isso não seja verdade. Um mutante carrega o gene-x em seu DNA e só saberemos isso com certeza se o examinarmos, mas isso não é necessário agora.

Ao menos inicialmente o garoto possuía Luminocinese e Eletrocinese. Uma combinação poderosa e que juntos poderiam dar várias possibilidades de uso, porém meu foco não era esse, ao menos não no momento.

_ Bem, você está visivelmente bastante nervoso e o primeiro passo para conseguir controlar seus poderes é a calma. Por isso, quero que limpe a mente, Adam. Vai ser complicado, não irei mentir, mas por alguns instante esqueça tudo o que viveu até agora e se concentre apenas no que está rolando no seu corpo. Acha que pode ao menos tentar fazer isso?_ disse ao rapaz.


NOTA ▪️ NOTA ▪️ NOTA ▪️ NOTA



Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Adam Hale Wicker em Seg Jan 29, 2018 6:13 am


TEACH ME
in the street - lost - Vestindo isso


As palavras da mulher não foram digamos assim, mágicas, mas foram clara sobre algumas coisas que ele pensava e não eram tão fáceis como imaginava. Imaginava quando iria realmente ter o que queria ali já que ainda estava com as mãos como faróis e o corpo uma bateria ambulante. Constatar o que realmente era de fato não era tão importante quanto entender de fato o que poderia fazer pra não extrapolar e cometer erros básicos como eletricidade na água nem sempre dá ao usuário imunidade.

A sequência seguinte dela foi mais onde o garoto queria chegar, estava mesmo nervoso já que poderia acabar com a energia do quarteirão se acertasse o transformação e o sobrecarregasse. O mantra dela de calma o fez focar no que queria, seja o controle do poder, ou de fato desligar ambos. Conseguia limpar os sentimentos ruins com a consciência de que seu pai estava desacordado e sua mãe o agradecia não diretamente como esperava, mas sabia que a salvara.

Sem os sentimentos prendendo-o a coisas ruins, conseguia canalizar sua energia em limpar mais a mente, não apenas de pensamentos, mas das lembranças dos ocorridos que mais o atrapalhavam de deixar tudo correr com o próprio ritmo. Foi difícil controlar o que pensar, já que havia acordado com aquela energia vibrante dos sonhos como um veneno super potente percorrendo suas veias. Talvez ignorar as brigas conseguia abrir mão de seus pensamentos com facilidade e pensar em coisas mais simples, cada vez diminuindo para o mais básico dos pensamentos e esquecendo deles também.

Aos poucos conseguia sentir um tipo de vibração de suas mãos, o simples toque entre os dedos confirmava que não era uma tremedeira comum e ainda se mantinha. Talvez fosse a forma de sentir seus poderes e considerando essa sensação nova, aquela corrente de ar pelo corpo também outro exemplo disso. Olhava para as mãos e o peito vendo a energia e luzes acesas, sentia a energia fluindo como um fluxo sem freio nenhum. Um desenho tinha uma versão explicativa da energia que todos emanam e sobre alguns seres que a usam, Adam pensou que talvez pudesse focar nisso.

Levantou as mãos para cima e cruzou os flashes de luzes, canalizando o ponto de encontro e o que emanava para aquele ponto fixo. Engolindo em seco sentindo o nervosismo de conseguir controlar o caminho daquelas sensações que declarou pra si como sendo dos poderes. Era estranho ter sensações novas assim, e ver aquela energia fluindo pelo próprio corpo foi incrível, mas agora estava passando intencionalmente pelo corpo. Devia ser assim o foco de atirar a energia, pelo menos com foco em atacar.

O que foi canalizado foi ficando mais brilhante e então aos poucos sumindo como que uma bateria sem carga, talvez pelo próprio foco inicial do garoto já ter se realizado. Como que em transe, ele ficou meio que paralisado depois de todo aquele brilho ter sumido e estar sem camisa de moletom para uma reitora de faculdade. Virou as mãos e tocou o corpo verificando aquelas sensações, estática e havia sumido realmente. Olhou pro lado assustado e respirando forte levantou o olhar pra mulher: - Obrigado por isso. Sério mesmo. Mas como eu fiz isso?

Confirmando com a cabeça e os olhos ainda um pouco arregalados pelo susto de ter real funcionado. Levantou as mãos com as palmas pra cima sorrindo sem graça: - Eu usei uma metáfora de um desenho sobre energia mágica pra canalizar em ataques diversos. Nada que tinha no desenho era como o que fiz, e não acho que ficar pensando em desenho vai me safar sempre que eu ficar ligado por assim dizer.





_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RP FECHADA - A Different Way

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum