[RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Noir Dekker em Sex Set 09, 2016 1:39 pm

I sold my soul to a three piece
a roleplay é iniciada pelo post de Allen Öbey Di Kriechtesky, seguindo por Karma W. Hastings. estando então, fechada para os demais. passando-se esta em nove de setembro, em gotham square o conteúdo é livre. atualmente as postagens estão em fase de andamento.



_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Noir Dekker em Sex Set 09, 2016 3:17 pm

Drugs every corner, this is Gotham City. Killer Croc came to kidnap you, to cut out your kidney. Ain't no mercy, got that purple Lamborghini lurkin'.
Gotham. Uma cidade nada normal e/ou comum. É renomeada pela quantidade inumerável de corruptos que ali residiam, porém ainda é provável que ainda residam. Eram pensamentos vazios dum ser que podia se definir com o adjetivo “vazio”. Vazio significa ausência de algo, oco; nele não existia “recheio”, o seu espírito morreu há alguns anos quando o mesmo aconteceu com aquela que amava, mas o pior que o causador do assassinato foi ele, o amante. — Argh. — O olha corria através dos seres humanos ao seu redor conforme, com os passos dando sobre o chão da calçada, tentava desviar deles. Vezes ou outras, o seu ventre ou os flancos se chocavam com esses, assim, a imagem que o semblante, que anteriormente era transmitida de modo “pacífico”, se transformava automaticamente em mortal. Seria tão simples puxar um canivete e perfurar as jugulares deles. Era mau, tanto a alma, quanto a forma que pensava a respeito de tudo.

— Olha, se não é a verdinha logo ali. — O sentido visual e as lembranças da época em que frequentou a faculdade nos dias mais obscuros do seu passado. Na verdade, nem tanto obscuro, pois naquele tempo ele sorria com sinceridade. Parou em meio à caminhada enquanto atravessava a rua. Só pôde escutar barulho de freios de carros reagindo à ação súbita, tão como o som de buzinas sendo ativadas consecutivamente após o primeiro feito. — Qual é a de vocês? — Com timbre mínimo da voz masculino veio à pergunta para si mesmo. Os olhos foram desviados até o semáforo, onde constou a coloração avermelhada em funcionamento. — Está vermelho. Deveriam ter parado antes. — O tom ganhou mais intensidade, se transformando em alto suficiente para que o quarteirão central de Gotham pudesse ouvir. Só deu tempo para ver dedos do meio direcionados para Allen, que, por sua vez, ria internamente de escárnio.

— Quanto tempo, em, Karma? — Se posicionou na extremidade adversa a qual a garota de madeixas ruivas estava sentada da mesa. O móvel era composto basicamente de madeira polida, aparentemente de carvalho, algo bem rústico, porém, requintado e fino. Os lábios repuxavam um sorriso amigável, coisa que somente em ocasiões raras o rapaz de cabelo dourado é. — Posso? — Mirando com os globos oculares a cadeira próxima de si, a questão imposta referia-se a poder juntar-se a ela, repousando as nádegas nela. — E a faculdade? Conseguiu terminar? — Os membros superiores, durante o prosseguimento da conversação entre os velhos conhecidos, fez do plano da mobília como suporte, deixando ali por alguns períodos a repousar. — E o que tem feito ultimamente? Soube que levada para Belle Reve como prisioneira... É verdade essa informação, Karma? — A face expressava de forma curiosa com o rumo que o diálogo estava a tomar. — Por que te prenderam? — Os dedos foram entrelaçados uns aos outros, pensativo.  
vitu

_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Karma W. Hastings em Sex Set 09, 2016 4:29 pm



Coffe



Os passos eram silenciosos, quase arrastados. Era tão chato andar... A liberdade que voar proporcionava a ela era mil vezes melhor, mas, infelizmente, ela tinha que manter a identidade secreta, Amanda exigira isso dela. Por isto, nem sempre fazia uso dos próprio poderes. Ou cumpria as ordens da maldita e andava na linha ou, simplesmente, iria ter a horrível sensação de ter a cabeça voando pelo ares.

Karma suspirou.


Ela estava irritada. A falta do que fazer acumuladas com as aulas entediantes da faculdade e aliadas as exigências da sua superiora a deixavam profundamente irada. Ela precisava relaxar... E o que seria melhor para fazê-la ficar menos tensa senão seu vício? Ela riu extasiada e se dirigiu com pressa ao Starbucks mais próximo.

(...)

O vento esvoaçava as madeixas da ruiva que se encontrava a saborear seu adorado café sentada numa mesa em frente ao famoso Starbucks. A Hastings fitava a avenida sem prestar muita atenção aos transeuntes ou aos carros que passavam por ali. Foi quando o barulho de pneu arrastando no asfalto chamou sua atenção. Ela depositou a xícara transparente com o seu expresso doce de leite pela metade e voltou a atenção para os eventos que se desenrolavam.

Não se surpreendeu ao vê-lo no meio da avenida irritando os motoristas, atrasando-os para seus compromissos e recebendo impropérios de cada um dos que tinha atrapalhado sem ao menos se importar com isso, ele se pôs a rir. Certamente aquilo o divertia, Allen era sempre assim, gostava de fazer uma cena e aparecer. A marciana riu e em questão de segundos o dito cujo se encontrava ali, sentando-se com ela.

— Não entendo porque perguntou, aposto que sentaria mesmo que eu dissesse não. — ela proferiu levando a desta à asa da xícara, levando a porcelana ao lábios e terminando a bebida. — Bom, sim... ainda estou na faculdade. E você? Não pretendes voltar? — a marciana depositou o recipiente vazio sobre a mesa e descansou as mãos, apoiando-as no móvel. — As notícias correm, pelo visto.— ela riu. — Motivos pessoais. —  respondeu indiferente. — E você, o que conta de novo?




Frase ou TAG
Copyright © 2016 All Rights Reserved for Lotus Graphics

_________________


Justiça sempre foi feita com as próprias mãos. Injustiça pode ser vista a cada esquina.
K A R M A

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Noir Dekker em Sex Set 09, 2016 9:26 pm

Drugs every corner, this is Gotham City. Killer Croc came to kidnap you, to cut out your kidney. Ain't no mercy, got that purple Lamborghini lurkin'.
Como pouco se importasse com o que lhe era dito, o homem fez um movimento de ascensão e depressão dos extremos superiores dos membros súperos, o que os liga ao formato do corpo. É muito mais simples dizer que deu de ombros para as palavras que lhe fora direcionado quanto a sentar-se e na mesa, acompanhando naquele “chá da tarde”. Não. Starbucks nunca serviu chá inglês para os seus clientes, somente a variância gritante dos gêneros de café. Tentou identificar o tipo daquele que ela ingeria, porém se tratou de uma missão falha. — Qual o café é esse? — Antes de o questionamento ser soltou dentre os movimentos dos lábios masculinos, a mesma pergunta foi mentalizada pelo mesmo ao mesmo tempo em que esperava as respostas do que foi perguntado antes.

Num brusco deslocar, com diligência, a coluna se firmou eretamente sobre o chão. Antes que a menor pudesse dizer qualquer coisa, interrompeu. — Espera um segundo. Já volto. — Os passos lentos o levaram até para o interior do estabelecimento, onde se deparou com uma de fila de proporção mediana, entretanto, perderia alguns minutos ali durante à espera. — Um capuchino. — Quando chegou em frente ao balcão, depois que a atendente falou para que ele solicitasse o pedido, foi o que quis bebericar. — Fica com o troco. — Entrego uma nota de 10 dólares para a mulher, sendo que a bebida custava 3 dólares e alguns centavos.  [...] — Do que conversávamos? — Indagou quando retornou para a ex-colega de universidade, voltando a sentar na mesma cadeira de antes.

Com o palmo a tatear o plástico do recipiente onde jazia o líquido cafeeiro, conduziu o bico até de encontro à boca. Empurrou o café até para dentro da cavidade, degustando o sabor ativo do café. Engoliu-o posteriormente. — Sim. As notícias correm mais rápido do que até mesmo que nós. — O que foi comentado veio à tona ao desfazer o selo entre o copo e si, além de depois do que foi respondido pela mulher de cabelo avermelhado. — Nem. As minhas lembranças da faculdade não são as melhores. Prefiro manter distância de lá. —  Parou para analisar com o que o indagação revidada pela a outra, franzindo o semblante durante o fazer. Como um reprodutor de filmes, imagens do passado percorreram seus pensamentos por breves e singelos milésimos de segundos. — Ahn. Nasci. Cresci. Amei. Matei a minha amada. Morri com a morte dela. Tô tentando viver novamente, mas tá difícil. — Falou enquanto coçou o queixo. — Acho que é basicamente isso o que conto de novo.  — Analisou melhor e com mais calma, então corrigiu a si mesmo. — Ah. Também andei por aí, visitei alguns lugares e pessoas.
vitu

_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Karma W. Hastings em Dom Set 11, 2016 12:51 am



Expresso Doce de

Leite :3



"É um expresso doce de leite...", ela pensou em dizer. Mas, antes mesmo que abrisse os lábios para externar o que se passava em sua mente, Allen se levantou repentinamente com um "já volto".

Karma suspirou.

A marciana descansou o cotovelo direito sobre a mesa e apoiou o queixo sobre a mão, aguardando-o. Afinal, não tinha nada demais para fazer o dia inteiro, exceto comparecer as malditas aulas na faculdade. No entanto... Quem se importava com a faculdade? Karma só queria o diploma para ser oficialmente uma engenheira, apesar de que, ela já trabalhava recebendo muitíssimo bem em sua área.

O vilão não demorou a voltar, trazia um capuchino consigo. De repente o vício da ruiva falou mais alto e a boca salivou. Ela queria tomar mais café. Karma disfarçou acomodando-se na cadeira acolchoada e encarando o rapaz que, finalmente, decidira respondê-la.

Se a ruiva fosse um pouquinho mais sentimental, ela provavelmente estaria se debulhando em lágrima ante a história contada pelos lábios do moreno. No entanto, ela não era assim. A marciana fazia o tipo centrada, poucas coisas a tiravam do sério. Por isto, mesmo compadecendo da história do "amigo", Karma exibiu o mais irônico de seus sorrisos.

— Apenas mais um dia normal na vida de Allen Kriechtesky. — ela riu.

Frase ou TAG
Copyright © 2016 All Rights Reserved for Lotus Graphics

_________________


Justiça sempre foi feita com as próprias mãos. Injustiça pode ser vista a cada esquina.
K A R M A

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Noir Dekker em Dom Set 11, 2016 6:59 pm

Drugs every corner, this is Gotham City. Killer Croc came to kidnap you, to cut out your kidney. Ain't no mercy, got that purple Lamborghini lurkin'.
“Apenas mais um dia normal na vida de Allen Kriechtesky”, o próprio, o ser a quem era atribuído tal sentença conjugal, somente deslocava o topo do corpo com auxílio dos músculos – por comando originado no cérebro e transmitido pelas cargas elétricas dos neurônios -, assentindo com a frase. Por um instante quis rir daquilo dito, porém não deixou que o riso escapasse através de suas cordas vocais para que, assim, um semblante de pura irritação falsa se formasse. Não resistiu, riu da farsa que desenvolveu por brincadeira. — Para de zoar o meu cotidiano... — A pausa veio a ser realizada quando levou o buraco do recipiente, do qual ejetava o líquido até para o interior da cavidade bucal. Antes de engoli-lo, uma degustação lenta do sabor da cafeína adocicada. Tem açúcar demais. Deduziu, então deu de ombros e entornou.

— Não brinca com esse tipo de coisa não, Karma. Ou.... — Mais uma vez uma interrupção de si mesmo ocorreu, levando os olhos, que antes miravam as feições angelicais da mais baixa e possuinte de fios capilares alaranjados, até uma planta num canto próximo do Starbucks. — Ou digo a todos da cidade, e não é zoeira, que você faz fotossíntese. — A envolvência de escárnio juntamente e combinado ao sarcasmo quase que recorrente do rapaz formavam a composição da frase então proclamada. Quem ouvisse isso possivelmente não entenderia o sentido de ter a chamado e apelidado de “Clorofila”, só os donos de certa intimidade teriam a consciência e maioria riria alto.

— Enfim, deixando a zoeira e brincadeiras à parte. — Nesse mesmo instante, um ar meio seco, sem umidade, tão frio quanto inverno e composto basicamente de seriedade se apossou da atmosfera ao redor do homem de madeixas douradas. — Aconteceu alguma coisa no Belle Reve? — Soltando a questão, o tom rouco em seu timbre vocal era algo mais do que notável. Semicerrou o olhar ao perceber que ela não pretendia dar a respostar para o questionamento. Um suspiro esvaziou-se na atmosfera com o entreabrir dos lábios masculinos. — Você parece diferente do que eu estava familiarizado. — Refletiu por segundos em silêncio. — Não. — Corrigiu-se. Com os braços a repousar sobre a forma plana do topo do móvel, ele entrelaçou duma mão a outra daquelas que são elemento da sua fisionomia humana. — Eu sei que alguma coisa aconteceu, porque você perdeu a essência de si, só que está meio diferente. — A voz ficou amena.
vitu

_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Karma W. Hastings em Seg Set 12, 2016 8:31 pm



Conversation



"Fotossíntese", ele disse. Aquela era a prova de que a amizade entre Allen e Karma era do tipo que nenhum dos dois tinha papas na língua na hora de conversarem, sempre tinha a clássica piadinha na qual um alfinetava o outro. Mas, a prova maior, era a de que nenhum dos dois conseguia ficar irritado. Karma comprimiu os lábios abafando o riso, numa falha tentativa de se manter séria.

Em segundo o rosto dela explodiu em breves risada.

— Um pouco de vitamina D faz bem a pele, acho que você está precisando, sabe... — ela sorri cúmplice, contornando a piada. — Anda meio pálido.— a ruiva piscou.

No entanto, assim como amigos tinham suas brincadeiras... Havia os momentos de seriedade e na conversa entre eles o momento não tardou em sua chegada. Allen queria saber sobre o que acontecera em Black Reve e, mesmo que Karma estivesse impassível quanto a responder sobre aquilo, ele decidiu continuar o interrogatório.

— Veja bem... — a ruiva soltou um pigarro e se ajeitou na cadeira de uma forma que se sentisse mais confortável. Então, se inclinou, aproximando-se do meta-humano no intuito de fazê-lo ser o único a ouvir as informações que revelaria. — Antes de prosseguir o assunto, preciso saber se você conhece a fama de Belle Reve. Aquele lugar não é um lugar qualquer, Allen... — ela resmungou, lembrava-se com clareza de quando Amanda simplesmente a dopara e injetara dentro da marciana um ship que a faria explodir em milhões de pedacinhos caso não andasse na linha.


Frase ou TAG
Copyright © 2016 All Rights Reserved for Lotus Graphics

_________________


Justiça sempre foi feita com as próprias mãos. Injustiça pode ser vista a cada esquina.
K A R M A

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Noir Dekker em Ter Set 13, 2016 4:16 am

Drugs every corner, this is Gotham City. Killer Croc came to kidnap you, to cut out your kidney. Ain't no mercy, got that purple Lamborghini lurkin'.
Que papo estranho de biologia entre os dois. Fotossíntese, clorofila, vitamina D. Todas essas coisas são materiais acadêmicos da época do colegial, coisa que raramente se recordaria. Escola sempre foi um tédio, exceto nos períodos mitológicos, pois tudo se tratava de descobertas e desbravar o mundo a fora, e o que há além dele. O espaço, a fronteira final. A trilha sonora de Star Trek correu por seu cérebro com o pensamento relacionado a uma frase da série que já dura tem bons e longos anos e temporadas, e sempre se renova. — É deficiência de melanina. — O tom brincalhão mais uma vez dava as caras. — Se rir, o Diabo vai guardar um lugar especial para você no colo dele.

Que idiota falar do Diabo se nem em Deus ele acreditava. A fé nunca existiu naquele ser humano.

Riu de si mesmo no mental.

— A fama de Belle Reve? — O questionamento foi feito tanto para si quanto para a mulher de cabelo flamejante. Consultou o banco de dados e informações previamente coletados do seu sistema nervoso com o intuito de iniciar uma busca pela resposta disso. Nada. Nenhuma resposta lhe atingiu. Em frente ao tronco, e ainda acima da plana superfície do móvel da mesa, um braço masculino entrelaçou-se ao outro. Cruzou-os ao mesmo tempo em que o olhar transmitia curiosidade. — Não faço ideia. Me conta. — O rouco acompanhado por um sutil grave vocal transpassava, então, um mando, do qual não sabia se a marciana atenderia.

Para não ficar quieto e deixar em branco sobre o que já possuía conhecimento sobre a prisão em questão, necessitou soltar. — O que sei sobre Belle Reve é que é uma prisão de segurança máxima, também lá tem métodos nada convencionais de tratar os prisioneiros. — Afirmou, inconcluso. — É assim mesmo lá, Karma? Ou estou errado?
vitu

_________________


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Karma W. Hastings em Sex Set 16, 2016 1:36 pm



Conversation



Karma riu com o comentário dele para então tapar os lábios com a ponta dos dedos da mão destra e soltar um "Ops!". A ruiva lançou uma piscadela para o loiro.

— Acho que já tem um "Hell's Ticket" só de ida reservado para mim. — ela concordou. Ambos tinham passados obscuros demais para que ainda tivessem suas vagas reservadas nos céus. Então o assunto prosseguiu, deixando de lado as piadinhas e enveredando-se no assunto sério.

Karma soltou uma breve risada e concordou com um meneio afirmativo realizado com o leve subir e descer de sua cabeça.

— Você bem deve saber que toda mentira tem um fundo de verdade... — a ruiva entrelaçou as mãos e inspirou fundo. — O que dizem sobre Belle Reve muitas vezes pode ser exagero e uma mentira, mas, boa parte do que se ouve por ai não chega nem perto da realidade de lá. Aquele lugar esta cheio do mais perigosos mutantes da cidade, Íkaros... — ela suspirou. — E os anfitriões também não ajudam em grande coisa. Muitos dos que vão para lá acabam entrando no mesmo barco que eu. O governo está aprontando naquela prisão. E, bom... agora sou forçada a trabalhar para ele. — O tom de voz da ruiva era de alguém extremamente irritado.


Frase ou TAG
Copyright © 2016 All Rights Reserved for Lotus Graphics

_________________


Justiça sempre foi feita com as próprias mãos. Injustiça pode ser vista a cada esquina.
K A R M A

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP Fechada] — i sold my soul to a three piece

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum