Hunter, Jason

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hunter, Jason

Mensagem por Jason S. Hunter em Qui Jan 18, 2018 10:56 am

Reencarnado




Escreva os dados


i. A NOMENCLATURA:  Jason Sammuel Hunter, ''Jay'' (aspas);
ii. COMO É CONHECIDO: Super-Homem
iii. TIPAGEM SANGUÍNEA: Reencarnado
iv. QUANTAS ESTAÇÕES VIVEU: 22 outonos
v. PRIMEIRO RESPIRO: 03/08
vi. DESCENDENTE DE QUE POVO: Americano
vii. COMPORTAMENTO: Bondade caótica
viii. COMUNIDADE: Herói
ix. CARGO PROFISSIONAL: Universitário na ''UNIVERSIDADE PARTICULAR WESTWOOD UNIVERSITY''

Informe os atributos


i. PONTOS DE ATRIBUTO: Informe seus pontos de atributo pela faixa etária;
ii. ESPECIALIZAÇÃO: ATACANTE
iii. ATRIBUTOS:



FORÇA: 10 (+5)INTELIGÊNCIA: 15
RESISTÊNCIA: 10AGILIDADE: 10
VIGOR: 05CARISMA: 10



Diga as perícias


i. PERÍCIAS: i. PRONTIDÃO: Calouro

Cite os poderes


i. SUPER-PODERES:

i. Superforça: Superman possui uma força sobre-humana, podendo levantar prédios, aviões, carros, etc. Uma vez que sua força foi mostrada levantando um peso de toneladas com apenas um braço. Ele possui a maior força do universo, podendo carregar planetas e movendo universos. Nem seu grande vilão DarkSeid possui uma força superior a de Superman, podendo mover montanhas e até mesmo planetas inteiros com sua força.


ii. Invulnerabilidade: O Superman é invulnerável a tudo, exceto a kryptonita. No fim dos anos 1930, sua invulnerabilidade tinha níveis mais baixos. Era dito: "Nada mais poderoso que uma bala de canhão pode atravessar sua pele invulnerável". Ora, dois anos depois, na Segunda Guerra, ele já peitava balas de canhão. Ao fim da guerra, podia sobreviver a uma detonação nuclear. A pele de Superman é resistente o bastante para suportar armas nucleares sem dano algum. A explicação de John Byrne é que a energia solar estocada em seu corpo produz uma aura que protege seu corpo, bem como objetos e roupas ajustadas. Deste modo, o uniforme do Super é atualmente feito com tecido de Lycra, que ao entrar em contato com a pele do Superman, torna-se extremamente resistente. O mesmo não se pode dizer sobre a capa, que pode rasgar. Durante a mini-série Lendas, foi mostrado que esta aura também podia diminuir sujeira que se empregnasse no corpo do herói, mas nunca mais se falou sobre isso. Sua resistência também é tal que ele pode permanescer dias sem precisar de água, comida ou descanso.

iii. Voo: A capacidade de desafiar e naturalmente operar de forma independente da gravidade, e impulsionar-se através do ar à vontade. Na adolescência, ele só tinha o poder de saltar grandes distâncias, na fase adulta ele se tornou capaz de voar sem parar, podendo mudar até mesmo o ciclo de rotação da terra ao voar várias vezes ao redor da terra.


iv. Supervelocidade:
Isto inclui não só mover-se depressa, mas enxergar o mundo como estivesse em camera lenta, podendo enxergar a trajetória de balas e objetos muito rápidos e pegalos com as mãos. No pré-Crise, ele tinha velocidade suficiente para rivalizar com The Flash (Barry Allen). Na fase de John Byrne, o Flash Barry Allen, que havia morrido, realmente era o homem mais veloz do mundo; Superman só chegava a alguns Machs e rivalizava com Wally West, que depois de Crise temporariamente teve seu poder reduzido. Atualmente, sua supervelocidade, correndo, é quase igual ao de The Flash/Wally West, mas voando é praticamente igual; sabendo-se que ambos podem alcançar e ultrapassar atualmente a velocidade da luz.

v. Visão de raio-x: pode enxergar através de pessoas e de objetos sólidos. Com esse poder Superman pode ver as imagens nitidamente ou em forma de raio-x, podendo com esse último enxergar fraturas em pessoas, por exemplo. Segundo John Byrne, na verdade este poder não é baseado em raio x de verdade. Ele combina sua visão telescópica e microscópica e sua visão consegue atravessar as partículas essenciais da matéria. Esta explicação, porém, cai por terra algumas vezes, uma vez que o herói não pode ver através do chumbo. Num episódio do desenho de Superman de 1987 (Ruby Spears), os raios X emanados por sua visão ativavam o crescimento dum certo tipo de aliens. Nos quadrinhos, no entanto, dois capangas de O Coringa já foram enganados por pensar que a visão de Superman é baseada em raio X, quando negativos de fotos que levavam consigo dentro duma construção não foram alterados pela visão do herói (Mini-série Os Melhores do Mundo).

vi. Visão de calor: Não é realmente uma visão, mas um poder ofensivo: o herói consegue emanar feixes de luz pelas retinas que aquecem materiais resistentes a ponto de derretê-los. Superman também mostrou-se capaz de manipular da forma que quiser essa visão, largura, e intensidade da forma que quiser, podendo manipula-la até mesmo para fins cirúrgicos

vii. Respiração sobre-humana: Capacidade de inspirar e expirar grandes volumes de ar com grande força

vii.i Super-folêgo: Superman já provou por várias vezes conseguir manter seu fôlego por várias horas a fim de viajar no vácuo do espaço e embaixo d'água.

vii.ii Super sopro: por usar os poderosos pulmões, ele consegue soprar ar em velocidades surpreendentes e fortes.

vii.iii Sopro congelante: capaz de congelar seres e objetos meramente com um sopro.


viii. Super-audição:
Pode ouvir sons muito mais baixos, com muito mais detalhes a distâncias muito maiores do que normalmente é possível, incluindo sons em frequências indetectável para seres humanos, tais como apitos para cães. Superman é capaz de mentalmente captar a maior parte destes sons para ouvir normalmente, mesmo em um ambiente ruidoso, e pode se concentrar em coisas específicas, como a voz de uma pessoa ou batimentos cardíacos, mesmo que estejam em outra parte da cidade. Ele pode até mesmo ouvir sons em outros planetas. Como os seres humanos e a maioria dos animais, ele tem a habilidade de automaticamente perceber o seu próprio nome fora do amontoado de várias conversas ouvidas por acaso, fazendo-o adepto de rapidamente responder às chamadas de sofrimento por toda a cidade.


ix. Suspensão dos sentidos:
já foi demonstrado duas vezes que Superman pode temporariamente suspender as batidas de seu coração e outras funções vitais, parecendo morto. A primeira vez foi na década de 40, em que o herói fingiu-se de morto, e o bandido, certificando-se que seu coração não batia mais, revelou segredos importantes. Numa das últimas Super-Homem em formatinho da Abril, o herói revelou que aprendera a habilidade com monges do Tibete, e a usou para ludibriar um vilão que o chantageava a se matar para que este não matasse reféns.


x. Super inteligência:
no Pré-Crise, Kal-El era um talentoso inventor, assim como seu verdadeiro pai, Jor-El, e havia criado os Super-Robôs, o Supermóvel, a liga metálica Supermanium, o Supercomputador , entre outros. Lembro bem do encontro de Superman e Homem-Aranha; o Aranha havia descoberto dados sobre a localização dum fenomeno, em forma de coordenadas de meridianos (como fazem os navegadores e aviadores). Aranha: Isso é África, não? Superman: Sim, mais precisamente, o Monte Kilimanjaro!

x.i Memória Eidética: Superman pode armazenar e processar vastas quantidades de informação em sua mente kryptoniana. Ele pode falar praticamente todas as línguas da Terra, devido as suas peregrinações e missões de salvamento através do mundo. Certa vez, quando Supermoça havia sido repelida no espaço além do alcance de sua visão, ele usou a Supermemória para calcular a trajetória da prima. No já citado episódio em que ele encontra Homem-Aranha, ele consegue montar um computador peça por peça depois que este explodiu, baseando-se somente no que lembrava ao te-lo visto com Visão Raio-X.


xi.Visão sobre-humana: Seus sentidos concedem-lhe a capacidade de ver mais longe e com maior precisão e detalhes do que humanamente possível. Às vezes, inclui a capacidade de ver em em frequências invisíveis aos seres humanos, tais como transmissões de rádio, luz infravermelha, a aura bioelétrica que envolve todas as coisas vivas, mesmo em escuridão total. Desdobramentos deste poder incluem:

xi.i Telescopica: pode enxergar o que ocorre a grandes distâncias.

xi.ii Visão microscópica: o herói pode enxergar coisas extremamente pequenas e que não podem ser vistas a olho nu. Ele pode associar a Visão microscópica a Visão Telescópica, e poder enxergar objetos muito pequenos a grandes distâncias.


Conte o histórico

Nem todos no mundo, são normais. Meu nome é Jason, e certamente, faço parte desse grupo ‘’anormal’’. Há algum tempo, pessoas sobre-humanas, cujas possuíam habilidades diferenciadas, que podiam variar em controlar elementos, voar, telecineses, e até mesmo forças fora do normal. As pessoas idolatravam esses seres que utilizavam seus poderes para o bem, o mundo, vivia em prol deles. Muitos, queriam ser igual a eles, as crianças, cresciam, cultivando o sonho de se tornarem super-heróis. Aliás, em Manhattan, não eram todos heróis que possuíam ‘’super-poderes’’. Eu? Não, achava que a vida de super-herói, poderia ser desgastante. Observava diariamente notícias e reportagens de diversas pessoas, anormais, cuja determinação era fazer o bem da cidade. Cresci em uma área média-alta de Manhattan, e permaneço até os dias de hoje, junto de minha mãe. Meu pai? Nunca conhecerá, já que o mesmo só prestará para me ter colocado neste mundo pecaminoso, antes de sumir. Não era o aluno exemplar na escola, estava sempre a me meter em encrencas, mas minhas notas, apesar de tudo, ficava na média, aliás, todas crianças faziam arte. Vocês devem achar que tive uma infância normal? Errado! Na verdade, parcialmente, até meus 11 anos de idade.

11 YEARS AGO...

PLIM PLIM! Ouvia a campainha tocar na manhã tediosa de sábado. Meus olhos se abriam, e a primeira coisa que vislumbrava, era a TV de LED da sala. Havia dormido no sofá, na noite anterior, enquanto assistia a famosa ‘’sessão de filmes da sexta feira’’.  Minha mãe, era gerente do banco de Manhattan, o que nos permitia ter uma renda aceitável, e dentro dos padrões de vida ‘’médio-alto’’. PLIMMMM! Tocava novamente a campainha, dessa vez, de uma forma estendia. Maldito seja! Acordei, levando as mãos aos olhos. Coçava-os, tentando reestabelecer minha visão embaçada.
-JÁ VAI! – Gritei, antes que a pessoa pudesse novamente tocar esse barulho insuportável da campainha. Caminhei tropicando nas almofadas jogada ao chão até a porta, quando a abri. -JERRY! – Exclamei. – Mas que merda você faz aqui essas horas!?
-Já são 10 da manhã, hora de acordar Jason! – O garoto me dava um leve soco em meus ombros. Sua pele morena era morena, seus cabelos cacheados e ásperos. Trajava um shorts até o joelho, tênis esportivos, e uma camisa do Miami Heats. Isto podia significar somente uma coisa... – Estamos indo para a quadra, tá afim?

Jogar baskett, era a segunda coisa que mais gostava de fazer nos dias tediosos de sábado. Abri um sorriso no mesmo instante, com uma feição, como se Jerry precisava mesmo fazer esta pergunta idiota! Corri rapidamente para o banheiro, onde somente lavei o rosto, e coloquei minhas vestes para o jogo. Estava pronto em questões de segundos! Saí, fechando a porta. A emoção que tinha para jogar era tão grande, que nem mesmo me lembrava de comer algo.

-Cara, a Sarah também vai! – Cochichava Jerry, dando risadinhas cínicas – Você tá afim dele ainda né!?
-Dá um tempo, Jerry! – Virava o rosto. Era apaixonado na Sarah. A menina, era simplesmente, a personificação da beleza. Lindos cabelos louros que iam até seus quadris, olhos azuis, lábios carnudos, um rostinho de simetria perfeita! Aquela menina era um sonho para qualquer marmanjo. Caminhamos alguns minutos, até chegarmos a quadra. A turma toda já estava lá, esperando somente Jerry, e eu. Sarah também estava lá, junto de algumas amigas suas. Cumprimentei cada um de meus amigos, e me dirigi a Sarah, e a duas amigas suas. Ao me ver, Sarah abrira um sorriso, e abraçava-me por alguns segundos. Velho... que abraço delicioso, não há como explicar para vocês, a sensação que tive em estar meio a seus abraços.

-Oi, Jason. – Diria, abrindo um sorriso.
-O-o-oi Sarah – Caguegei. Infelizmente, tinha dificuldades em conversar com garotas.

Antes que pudesse qualquer outra coisa, um murro no portão feito de arame, eco-ou pela quadra. Era Todd, e seus colegas. Estavam já no ensino médio, e gostavam de atentar garotos do fundamental como a gente.

-Oras... se não é os nanicos do primário – Seus amigos riam com a piada sem graça de Todd. Todos, era puxa-saco do garoto mais ‘’popular’’ e idiota da escola. – E se não é o estrume do Jason, dando encima novamente da minha querida Sarah...

Sarah levantava do alombradinho onde estava sentada. Fechou o rosto, ao ver a aproximação de Todd.
-Todd, eu não sou sua. – Dizia de forma rude, impondo sobre Todd.
-Criou coragem agora, minha gata?  - Todd se dirigia para cima de Sarah, tentando beija-la. A menina, em um berro, tentara empurrar o garoto, que grudou em seus braços. Nesse momento, agarrei o braço de Todd, e antes de que pudesse fazer algo, sentia algo pesado atingindo meu rosto. Era um soco, que me derrubava ao chão de imediato. Senti meu nariz quebrando, e sentia que um liquido viscoso e pegajoso também saia dele. Era sangue.

-OQUE VOCE FEZ TODD!? – Gritou Sarah, indo em minha direção. – Você se machucou, Jay?

Antes que Sarah pudesse fazer algo por mim, Todd a agarrava pelo braço, puxando a garota para o seu lado. -Me solta Todd, tá me machucando, paraaaa!! – A garota berrava, enquanto Todd grunhia, e puxava Sarah para o seu lado. Não sei como, mas a dor, havia passado, não sentia mais meu nariz quebrado, e já não saia mais sangue do mesmo. Uma onda de coragem tomou conta do meu corpo, e corri em direção ao grandão.
-O que você pensa que esta fazendo, seu verme!? – Todd percebia que estava indo para cima dele, largava Sarah, e se preparava para mais um soco. Protegendo meu rosto novamente contra o soco, empurrei o Todd. O que não esperava, era que tivesse tanta força... ainda mais para uma criança de onze anos. A força fora tanta, que Todd, havia sido lançado a cinco metros de distância, atravessado a quadra, e chocado contra a grade do outro lado. Todos olhavam para mim, com medo. Oque era aquilo? Corri, em direção a minha casa. Lágrimas escorriam de meu rosto. E foi, a partir desse momento, que meus poderes começaram a manifestar-se.


Outras Coisas

DC WIKI
Aminoaps comics


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hunter, Jason

Mensagem por Jason S. Hunter em Qui Jan 18, 2018 4:04 pm

Ficha pronta.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum