DIY - Fogo Fátuo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

DIY - Fogo Fátuo

Mensagem por Alexey Ivanov Golitizin em Ter Jan 30, 2018 6:22 pm

FOgo Fátuo
Os eventos transcritos envolvem Alexey Ivanov Golitizin. Passa-se em 29, 30 e 31 de Outubro de 2017, nas ruas e na sua cobertura em Manhattan. O conteúdo é LIVRE. Atualmente, as postagens estão EM ANDAMENTO e quando finalizados serão devidamente avisados. A estimativa é que chegue a no máximo cinco posts. Em sumo, Alexey se mudou a pouco tempo para os Estados Unidos para se formar em Administração, e na verdade, ansiando continuar seus estudos místicos. Uma série de eventos vão começar a ocorrer em sua vida, tal qual uma série de novos personagens em suas história e tudo começa aqui.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: DIY - Fogo Fátuo

Mensagem por Alexey Ivanov Golitizin em Seg Fev 05, 2018 3:55 pm


Fogo Fátuo - Part 1


O corpo de Alexey flutuava em frente a uma gigantesca estante de livros, suas pernas dobradas uma em cima da outra, seu corpo ereto. Visto a distância, sob a pouca luz, ele poderia ser confundido com um sábio budista. Chegando mais perto, suas feições caucasianas logo denunciavam o engano. Ele não era um sábio da paz, mesmo que este fosse o seu desejo no fim. Sabia que seu fardo, uma hora ou outra levaria a dor, sague e guerra. Os desastres costumam acompanhar o andarilho. Suas memórias diziam isso, memórias que nem mesmo eram suas. A mesma intuição parecia pairar sobre Aadan, o mordomo que fizera parte de sua criação desde o berço e que agora se aproximava carregando o que parecia ser o café da manhã do rapaz em uma bandeja. Seus passos eram cautelosos, junto de sua expressão preocupada, ele deixou o café numa mesinha de ébano bem ao lado das estantes. O rapaz se quer fez um movimento, ele parecia estar atento as páginas do livro que folheava a curtos intervalos. Aadan pigarreou assim que estava perto o suficiente do rapaz e logo soltou do vocal, sua voz pausada, reconfortante e educada. – Senhor Golitizin, acordou cedo hoje? Acredito que irá querer tomar seu café. – De forma o rapaz levantou o rosto, junto da mecha dourada que caia sob seu rosto. Ao olhar para o mordomo, seus olhos estavam completamente azuis claros brilhantes, sem pupilas. Sem demora uma voz foi projetada na cabeça do mais velho e por mais mansa em que estivesse era possível sentir seu tom de autoridade. "Não existe problema algum em se aproximar, ainda sou o mesmo menino que criou. Abandone as aflições, eu estou bem." Mesmo com toda uma cortesia, ele não quis se aproximar. Disse que não desejava atrapalhá-lo e fora embora. Alexey sentia o medo e as dúvidas dele se alastrando como bactérias dentro de um corpo doente e parou a leitura imediatamente. Seus pés voltaram ao chão e ele começou a tocar o que deveria ser seu café da manhã. Até que sentiu de novo a medida de medo, só que não advinha da sua casa. Os olhos azuis ficaram arregalados tentando encontrar a medida do sinal, ainda era bastante difícil, mas ele reconhecia o mal quando sentia.

Em questão de segundo, uma luz brilhou da esquerda para direita em seu corpo, lhe dando uma capa e um capuz. No segundo seguinte ele já estava voando nos céu de Manhattan atrás da fonte. Era pouco mais de nove horas, alguns pássaros voavam pelos céus, o sol já desabrochara e o alvoroço da cidade lá embaixo já era característico. O Vingador Fantasma, não só estava muito auto, como invisível no céu para que nenhum olhar indesejável o detecta-se. Próximo de um imenso prédio negro, espelhado uma grande mansão parecia soltar fumaça e onde há fumaça... Ele não esperou a própria conclusão dos pensamentos e mergulhou em um rasante. Não havia dúvidas, alguém estava lá dentro.

Quando mergulhou para dentro da casa, finalmente pousando em seu solo chamuscado, quase tudo que conseguia ver era fogo. Precisou ficar intangível para não ser tomado pelo calor. Flutuando ele passou por todos os escombros. Havia objetos de valor inestimável no local. Quadros, eletrônicos, bebidas importadas... Também havia as de valor emocional. As fotos de família, brinquedos de criança... Entendia que poderia dar um jeito de salvar algumas, contudo, sua maior preocupação era salvar uma pessoa a tempo. Chegou rápido a cozinha, da onde sentia uma pulsação psíquica e humana. Foi quando ele tomou um susto. Uma criatura humanoide estava de pé no meio da cozinha, segurando pelos cabelos uma menina que estava sentada aos seus pés. Sua cabeça, peitoral e braços pareciam estar em carne viva. A boca sem lábios exibia um sorriso eterno, enquanto o olho sem pálpebras um olhar esbugalhado. Vestia uma roupa que parecia ter sido elegante, agora era decadente, rasgada nas partes em que fora possível notar sua carne vermelha viva. A criatura que permanecia com os olhos fixos na garota, observa sua presença. Sua boca parece se alargar de um lado a outro e seus olhos pareciam querer arranhar sua psique com os horrores das profundezas. – Quem é você criatura? E o que quer com essa menina? – Em cada mão do vingador brilhavam esferas azuis, ele estava preparado para o confronto que poderia se seguir, pois a criatura emanava um instinto assassino predador. Mexeu o pescoço ora para um lado, ora para outro, estudando o rapaz. Um pedaço de madeira caiu do teto atingindo um ponto do chão atrás do demônio. Deveria ser rápido, antes de tudo fosse para os ares. – Tanto poder nas mãos de um menino, quanto desperdício. Acho que esse poder ficaria melhor em mim. – Uma língua enorme, saiu da boca do demônio e lambeu seus lábios. Soltou o cabelo da menina, a deixando cair com a cabeça no chão e saltou em sua direção. O vingador não sabia se seu plano daria certo, contudo tentou. Quando viu seu adversário vindo em sua direção ele se teleportou para perto da moça, depois teleportou-se para o lado de fora.

O herói surgiu no meio da rua, onde uma grande confusão já acontecia. Várias equipes de reportagem estavam posicionadas fora de uma zona de contensão enquanto bombeiros e policiais buscavam conter tanto fogo quanto as pessoas. Assim que ele apareceu os policiais já o cercaram, dando voz de prisão. A coisa não melhorou em nada quando o mesmo abriu a capa tirando a moça machucada de dentro, colocando a em seus braços. A tensão foi grande neste momento com armas apontadas para o Vingador e os repórteres alvoroçados com muitos flashes junto de vozes. Antes de um desastre o demônio que estava dentro da casa saiu voando em direção a Alexey que cruzou os braços em formato de Xis, logo conjurando um escudo de energia mágica azul no entorno dele; O golpe veio rápido, acertando o escudo em uma explosão de fogo que afastou os policiais. O demônio gritava de ódio, socando o escudo com suas mãos flamejantes. Cada soco parecia um terremoto e a conjuração não demoraria muito. – Você é fraco, seu poder vai ser meu e a humana também – O Vingador suava planejando algo antes que fosse subjugado. Foi então que ele desconjurou o escudo num momento de hesitação do adversário, logo propulsionando uma rajada de energia dentro daquele mesmo raio de distância, atingindo-o e o jogando longe. Ele não queria perder tempo. Apontou as mãos para frente, já projetando mais energia no corpo do inimigo que é jogado na direção da casa, que bate na parede e explode a construção. Conseguindo ter espaço agora, o encapuzado se levanta com a menina nos braços, sentindo além da presença de todos naquele lugar, junto de seus sentimentos confusos, outras presenças. Uma vinda do céu em alta velocidade e com ânsia de ajudar. A outra, pairando sobre o céu da casa. Está última maligna e que esticava seus tentáculos para dentro da casa e para o demônio que no meio das chamas se recuperava. Sem conseguir notar muito, ou mesmo conseguir sondar telepaticamente outra explosão, decanta da casa, criando uma coluna de fogo que logo se transforma em um rosto rumo ao céu. – Este acontecimento não ficará em pune, você irá se arrepender do que fez aqui hoje, humano! – Enquanto terminava a mensagem a coluna se desfazia em fumaça, desaparecendo.

Alexey pensou em entregar a menina aos policiais ou mesmo ao herói que como um foguete agora pousava bem próximo dele. Seu uniforme era azul, com um grande S vermelho no peito. – Quem é você? E por que está segurando essa garota machucada? – O andarilho poderia responder todas aquelas perguntas ou mesmo dar uma coletiva de imprensa se quisesse. Isso não fazia muito seu estilo e ele sentiu que a moça não ficaria bem se ele demorasse mais. Então ainda de costas para a presença que o indagava ele, respondeu. – Eu sou o Vingador Fantasma e acredito que é melhor você ficar fora do meu caminho. – E por uma fração de segundos o herói já não estava no lugar para ouvir a resposta as suas palavras. Ao invés disso, ele já retornara a sua cobertura e colocara a moça em um dos muitos quartos de seu andar exclusivo. Ele tinha um trabalho de cura a  fazer...
Poderes do Vingador Fantasma:


Magia: Todos os poderes do Vingador Fantasmas são efeitos diretos de seu potencial místico, propulsionado por três artefatos que carrega: o manto do Nazareno, o colar de moedas de Judas e o amuleto das origens; fontes que até hoje não provaram um fim de poder.  


  • Projeção de Energia: O Vingador Fantasma é capaz de projetar grandes quantidades de energias etéreas azuis que são destrutivas o suficiente para destruir edifícios e até mesmo derrubar o Espectro.

  • Vôo: Capacidade de desafiar a gravidade e literalmente voar. O personagem pode ter acesso a esse poder de várias formas, podendo simplesmente flutuar no ar com um impulso.

  • Telepatia: Telepatia é o nome dado ao poder que concede a habilidade de invadir mentes alheias para escutá-las, projetar seus pensamentos nelas como forma de comunicação, isso incluiu ainda o controle completo da mente alheia, tanto quanto a capacidade de criar ilusões.

  • Projeção Astral: é a capacidade para deixar seu corpo com vida e ficar vagando como espírito. Essa habilidade é perigosa se não for utilizada sob total isolamento para proteger seu corpo contra um possível ataque.

  • Invisibilidade: Invisibilidade é a capacidade de tornar o usuário invisível ao olho nu, pois esse poder faz a luz atravessar o seu corpo, o qual as pessoas podem tocar ouvir, sentir o cheiro e ler a mente de quem usa essa habilidade.

  • Intangibilidade: Intangibilidade é a capacidade de diminuir a densidade do próprio corpo, consequentemente podendo atravessar objetos sólidos, sem se machucar.

  • Resistência: Sempre demonstrou uma alta resistência a danos físicos, telepáticos e mágicos. O grau de sua resistência foi apurado ao longo dos anos, enquanto carregava o peso dos seus pecados manifestado por seu colar de moedas.

  • Sensor Mágico/ Empático: Aleksey consegue sentir fontes de magia que estejam próximas, sabendo se elas estão alteradas, se representam algum perigo, qual são sua real natureza, extensão, tal qual conseguir enxergar por entre o véu de qualquer magia. Faz o mesmo ao sentir as emoções dos que estão a sua volta, lendo sua aura.

  • Teletransporte: Teletransporte é a capacidade de se teletransportar para diversos locais em um rápido período de tempo, após ter visto o local, e conseguindo até mesmo levar pessoas e objetos variados consigo.

  • Aumento Corporal: Vingador Fantasma consegue aumentar a massa e o tamanho do seu corpo o deixando gigante, maior do que um prédio. Isto lhe dá uma força descomunal e uma resistência enorme, além dos níveis humanos.

  • Alteração da Realidade: Possui o poder de transformação da realidade. Podendo mudar a natureza dos corpos a sua volta, consegue se transformar em outra pessoa (assumindo suas lembranças, conhecimentos e personalidade), curar ferimentos, conjurar escudos/armas mágicas ou criaturas/espíritos de outros planos, dentre outros feitos impressionantes.  

  • Pseudo-Imortalidade: Capacidade de envelhecer tão lentamente que lhe é quase imperceptível o processo temporal, vivendo séculos sem envelhecer um ano. Contudo, pode morrer por artefatos mágicos poderosos, como a Lança do Destino.


Conhecimento Avançado em História: Vingador Fantasma conviveu com a humanidade por muito tempo, entrando em contato com toda a sua história desde os tempos do Nazareno. De forma que ele conhece cada acontecimento e sabe trançar planos a partir deles.

Conhecimento Místico Avançado: Demonstrou conhecer outros planos místicos e magias lhe dando acesso a alguns feitiços ou contrafeitiços, tais como conjurações.







Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum