[RP FECHADA] - Get yourself off the ground

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] - Get yourself off the ground

Mensagem por Sieghart Pallen Wahnsinn em Dom Fev 04, 2018 12:20 am

Get yourself off the ground
A roleplay é iniciada pelo post de Sieghart Pallen Wahnsinn, seguindo por Caitlyn F. Deschamps. Estando, portanto, FECHADA para os demais. Passando-se esta em 2 de fevereiro de 2018, no teto de um bar. O conteúdo é LIVRE. Atualmente, as postagens estão EM ANDAMENTO.


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] - Get yourself off the ground

Mensagem por Sieghart Pallen Wahnsinn em Dom Fev 04, 2018 1:04 am


So let's get some cartoons and vodka And do 'em all night long

A luz no meu banheiro era fraca e eu mal conseguia ver o meu reflexo no espelho. Não sabia dizer ao certo que horas eram, mas certamente não passavam das seis da manhã ainda. Não diria que a minha própria imagem no espelho era assustadora, eu sei que já tive autoestima bem mais alta, mas tudo parou de fazer sentido quando ele começou a sorrir pra mim, e quando vi, uma mão idêntica à minha atravessava o espelho e me segurava pelo pescoço. Olhos sádicos, sorriso sádico. Uma criança de 6 anos que acabara de ganhar um brinquedo novo e não via a hora de testar se ele quebrava depois de cinco ou seis vezes arremessado na parede. E era eu. Senti apertar e comecei a ficar sem ar. Ele olhou no fundo dos meus olhos e sussurrou aquilo mais uma vez. Deslize.

Acordei sem movimentar músculo algum senão os oriundos aos meus olhos. Suspirei profundamente, levemente assustado, tentando diferenciar sonho de realidade. "Sonhos doces são feitos disso", pensei. Mirei a tatuagem em meu pulso. "Es muss sein.". Tem que ser. Umedeci os lábios enquanto passava a mão no meu cabelo bagunçado. Não queria levantar da cama. Quando eu queria? Olhei novamente o pulso. Tem que ser. Olhei para a janela, a fim de ter alguma informação sobre que horas seriam. O Sol parecia perto de se esconder, e isso ficava mais evidente pela coloração alaranjada e pink millenial do céu. Ouvi barulhos no cômodo ao lado, e só nesse momento me toquei que deitava sobre uma cama confortável... Demais... E sobre mim, deitava um gato felpudo. Lindo.

- Ai, finalmente você acordou! Eu achei que você tivesse morrido... Você tem noção de que não se pode beber desse tanto em festas, certo? Quero dizer, principalmente se você for o barman! Olha, você quer uma água ou...? - a moça loira me fitava em busca de respostas. Suspirei fundo tentando lembrar. Quem diabos era aquela menina? O que eu havia feito noite passada? Pus a cabeça no lugar. Problemas pequenos primeiro.

- Caramba! É verdade! Eu lembro de você. Olha, muito obrigado por tudo, mas eu ainda me sinto meio tonto... Pode me dizer onde é o banheiro? - o sorriso na minha cara era muito convincente, eu tenho certeza que era. Ela apontou para uma porta e eu disse que voltava logo. Em seguida, tudo padrão.

Entrei no banheiro, fechei a porta, fiquei invisível, fiquei intangível. Atravessei a porta do banheiro e dei uma olhada no local por cima. Nada demais. Fiz um carinho leve no gato deitado, que, claro, não sentiu nada, assim como não sentiria saudade. Fiz meu caminho até a saída da casa da moça, e pela janela vi que ela batia na porta do banheiro. Suspirei e apressei meu passo para um bar. Tem que ser assim. Todas as línguas derivadas do latim formam a palavra “compaixão” com o prefixo “com” – e o radical “passio”, que originalmente significa “sofrimento”. Nas línguas derivadas do latim, a palavra “compaixão” significa que mão se pode olhar o sofrimento do próximo com o coração frio. É por isso que a palavra “compaixão” inspira, em geral, desconfiança. Gostar de alguém por compaixão não é gostar de verdade.

Me dirigi para um bar, mas aproveitei dos meus poderes e fui direto para o teto do mesmo. Não me sentiria confortável com o contato humano de quase ninguém ali presente. No teto, voltei a me portar como gente, visível e tangível. Me sentei na borda da construção, olhando as coisas lá embaixo, tentando lembrar quantos lances de escada subira. Talvez uns quatro. Levei minhas mãos ao nariz e senti um cheiro de lavanda. Olhei para o meu pulso de novo, depois fitei as estrelas e suspirei fundo. Tem que ser assim?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] - Get yourself off the ground

Mensagem por Caitlyn F. Deschamps em Qui Fev 15, 2018 6:09 pm

☾ Who? ☽
I am the dirty you created
I am your sinner
I am your whore




Horário de folga.
Depois de horas dançando já estava no momento em que eu poderia descansar um pouco. O tempo passava rápido, mas eu podia me dar ao luxo de respirar fundo e beber algo. Meu dia não estava sendo o melhor de todos, portanto eu apenas queria ficar um pouco longe de todo aquele movimento. Depois de pegar uma garrafa de vinho no bar, subi para o telhado. A noite estava fresta, uma leve brisa batendo e o céu limpo. Perfeita para relaxar.
Sentei-me encostada na parede atrás da caixa de cimento que comportava a escada que me levara ao local. Dispensando o uso de copo, simplesmente bebi o líquido de gosto adocicado direto do gargalo. Acendi um cigarro na esperança de baixar a pressão e sentir a sensação de estar grogue um pouco mais rápida. Acabou funcionando. Fechando os olhos, dei um longe suspiro; senti o ar gelado invadindo os pulmões e fiquei daquele jeito por alguns minutos, tragando e bebendo vez ou outra.
Abri os olhos novamente ao ouvir sons de passos e quando olhei, vi um cara sentado na borda. Talvez ele não tivesse me visto, assim como não vi ele. Pigarreei alto para que ele percebesse minha presença.
-Olá, desconhecido. - Entendi a garrafa como se brindasse sua presença e tomei um longo gole. - Parece perdido. - O cigarro estava na metade, então enchi os pulmões de fumaça uma vez mais e demorei um pouco a soltar, esperando pela resposta alheia.





But let me tell you something, baby
You love me for everything you hate me for




Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] - Get yourself off the ground

Mensagem por Sieghart Pallen Wahnsinn em Qui Fev 15, 2018 10:49 pm


Just because something burns bright, it doesn't mean it's gonna burn forever.

Fitava as ruas à procura da origem do som frenéticos de felinos. Antes de descobrir se estavam brigando ou procriando, um pigarro tomou as rédeas da minha concentração. Não me virei de imediato. Ouvi a voz feminina amigável. Chegara ali antes ou depois de mim? Eu não a vira? Fechei os olhos e senti o cheiro do ar. Cigarro. Dei de ombros. Às vezes todos precisamos de uma pequena diversão.

Olhei para ela por cima do ombro. Era bonita. Ruiva. Gosto ruiva, mas como ficaria a vinte léguas debaixo d'água? Sinceramente, não sei, e não é isso que vamos descobrir hoje, pois meus poderes não envolvem uma gota de água sequer. Me levantei na borda do prédio e virei o corpo inteiro de frente para ela. Dessa forma, analisei-a melhor. Um cigarro numa mão e uma garrafa de vinho na outra. Me lembrava eu aos dezessete anos, porque aos dezessete, nada me animava mais do que me matar um pouco pra variar o tanto que eu matava gente por besteira, tentando ser o "deus do novo mundo" ou algo do gênero. Hoje percebo que encher a cara não tem mais o mesmo gosto de quando era ilegal. Dei um sorriso cínico para a moça, que provavelmente expressava dúvidas lógicas a respeito do que estava acontecendo ali. Aproximei meus calcanhares da borda. Deslize

A próxima coisa que vi foi o céu limpo, e enquanto pensava na necessidade de algumas nuvens no mesmo, comecei a levitar antes de chegar no chão, e, imediatamente, me fazer invisível. Olhei para o chão. Não fora por pouco. Fora bem seguro aliás. Acho que estou pegando o jeito, o que não é tão bom quanto parece, pois à medida que qualquer coisa se torna inócua, tende a perder a diversão. No entanto, ainda era juvenilizante. Voei de volta para o teto, para o lado da moça, e sussurrei com um timbre grave em seu ouvido, enquanto me materializava ao lado dela:

- Olá, desconhecida. Me sinto bem localizado. Você vem sempre aqui? - dei um sorriso tentando ser fofo, me perguntando se receberia um gole de vinho pela apresentação.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] - Get yourself off the ground

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum